Cidades

DEFENSIVOS AGRÍCOLAS

Palestrantes orientam sobre manejo de agrotóxicos

Reunindo profissionais agricultores em Medianeira, foram tratados assuntos sobre uso de agrotóxicos para hortigranjeiros.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

Objetivando orientar os profissionais engenheiros agrônomos e técnicos agropecuários de Medianeira e região – esclarecer sobre diversas temáticas que envolvem culturas com poucos agrotóxicos registrados para o controle de pragas/doenças, foi realizada no Sindicato Rural Patronal, no último dia 11, as palestras “Culturas com Fitossanitário Insuficiente – Operacionalização e Situação Atual”, com a Engenheira Agrônoma do Departamento Técnico Econômico da FAEP Elisangeles Souza; e “Produtos Utilizados na Olericultura”, com o Engenheiro Agrônomo da EMATER Jorge Alberto Gheller.

Durante as palestras, foram abordadas diversas questões, como pouca oferta de agrotóxicos para combater pragas em certas culturas e, na falta de produtos específicos, os produtores acabam recorrendo a agrotóxicos destinados a outros fins; além de produtos usados na exploração de hortaliças. “Todos os produtos antes de serem lançados no mercado, passam por muitos testes para provar a eficácia, e se podem causar danos à nossa saúde. O que acontece é que muitos produtores compram defensivos não adequados e trazem problemas à população. Por isso a importância de realizar as palestras, mostrar a esses profissionais que há produtos adequados para os hortigranjeiros”, opinou o presidente do Sindicato, Ivonir Lodi. A palestra foi promovida pelo Conselho de Sanidade Agropecuária, em parceria com a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (ADAPAR) e apoio do Sindicato Rural Patronal.

Orientação aos profissionais foi sobre o correto uso de defensivos para hortigranjeiros

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários