Cidades

AMOP

Presidente faz balanço da gestão

Na última sexta-feira (26), o presidente da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop) e prefeito de Matelândia, Rineu Menoncin, visitou a nossa redação para fazer um balanço como gestor da Associação (o mandato irá até o final de março), o que foi feito, visita aos 54 municípios e perspectivas.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

Como tem sido presidir a Amop?

A Associação já era sólida e precisávamos avançar para conquistar mais parcerias, em especial com as associações comerciais, instituições e, principalmente, com a Itaipu Binacional. Abriu-se um leque em que, somente 29 municípios da região Oeste eram atendidos pela hidrelétrica; até algum tempo atrás era 52 e agora, todos os 54 estão pactuando convênios no valor de R$ 400 milhões – são convênios nas áreas cultural, infraestrutura, educacional e muitas outras. Essa nova leitura que a Itaipu teve sobre os municípios deu um plus a mais, num momento muito difícil que as administrações públicas estavam atravessando – e agora, como o terceiro parceiro: Governos Federal, Estadual e Itaipu Binacional.

Quais trabalhos foram feitos durante a gestão?

Há eventos que são tradicionais que acontecem todos os anos, como a Fermop (Festival Regional dos Municípios do Oeste do Paraná), campeonato de futebol de campo, a novidade da Copa Amop de futsal. Outro evento que aconteceu foi considerado o maior seminário jurídico do país em Foz do Iguaçu, com ministros, desembargadores, juízes, procuradores e advogados renomados do país todo. Também tivemos algumas inovações nas áreas de planejamento dos nossos departamentos e contratação de mais profissionais para atender os municípios que mais necessitam. Tanto que hoje é considerada a Associação mais organizada do País e vem crescendo passo a passo. Viu-se neste ano a união dos prefeitos e demais instituições que nos apoiam para conquistarmos mais respaldo na região Oeste. Queremos que o governo nos enxergue com outros olhos e que a Itaipu nos contemple com mais convênios daqui para frente.

 

E a iniciativa de visitar os municípios?

É algo que a presidência deve fazer durante o mandato. Mostramos o que a Amop tem feito e observando as demandas regionais desses 54 polos. Cada município tem uma realidade e, nessas visitas, notamos as necessidades e ajudamos no que for necessário.

 

O que esperar da Amop agora?

Ainda temos algumas atividades a participar, como o Show Rural Coopavel em Cascavel e algumas ações na área educacional (cursos preparatórios). Se não houver aprimoramento, não há evolução. Temos um departamento de planejamento com diversas emendas do governo do Estado e devemos atender a todos o quanto for possível. Há ainda algumas metas a serem cumpridas e estamos buscando parcerias para que o novo presidente, ao assumir, consiga realizar uma boa gestão.

Presidente da Amop Rineu passando pelas cidades para divulgar seus feitos durante a gestão

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários