D

Dicas do Chef

Cuca Alemã e sua origem

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

A “Cuca” na Alemanha é chamada de Streuselkuchen, que significa “bolo de flocos”. Em alemão: Kuchen (fala-se Kuran)= “bolo”, Streusel (fala-se Stroisel)= “granulado” ou “flocos”, traduzindo Cuca de Farofa.

O bolo Kuchen (fala-se Kuran) (cuca) – é uma massa coberta por uma farofa crocante, à base de manteiga – vendida como uma tradicional e genuína receita.

Então, a cuca chegou ao Brasil por meio dos europeus e é, essencialmente, uma espécie de bolo-pão tradicional da Alemanha que, na região Sul do Brasil, passou a fazer parte do cardápio cotidiano desde a imigração alemã.

Importante dizer que antigamente a cuca era um prato raro que só era servido em ocasiões como Natal, Páscoa, dias nacionais, etc. Porque a matéria prima principal, farinha e açúcar, eram caros. Só mais tarde a cuca se tornou popular em toda Alemanha e sempre foi servida com as frutas da sua estação como damasco, ameixa, pêras, maçãs, cerejas, etc.

Com os Imigrantes alemães esta sobremesa típica foi reconhecida no mundo inteiro. Os fatores que alavancaram seu sucesso foram a praticidade do preparo e o custo dos ingredientes e que oferece um sabor neutro podendo combinar com qualquer fruta ou geléia da região.

 Cuca Alemã com uva

 Ingredientes:

500gr farinha de trigo

1 xícara de açúcar refinado

2 ovos

1/2 xícara de manteiga sem sal amolecida

1 1/2 xícara de leite morno

1 colher de chá de casca de limão ralada

8gr fermento biológico seco instantâneo

2 cachos de uva de mesa pequenos lavados e secos

Ingredientes para a farofa:

1 xícara de açúcar cristal

1 xícara de farinha de trigo

1/3 xícara de manteiga amolecida

1 colher de chá de canela

Raspas de um limão

Modo de preparo: misture tudo

Modo de fazer: Em uma tigela misture dilua no leite morno, o fermento e o açúcar. (o leite deve estar morno pra frio e não pra quente para não corrermos o risco de matar o fermento). Bata os ovos e a manteiga na batedeira, usando as pás, e depois troque para o gancho. Adicione a farinha e bata novamente em velocidade baixa. Junte o leite morno aos poucos e continue batendo com o gancho da batedeira. Bata por alguns minutos até formar uma massa homogênea porém grudenta e mole. Cubra e deixe crescer por 1 hora ou até dobrar de tamanho. Despeje a massa na forma untada e puxando com a ponta dos dedos cubra todo o fundo. Distribua a uva aleatoriamente sobre a massa, depois cubra com a farofa. Cubra e deixe crescer novamente até dobrar de tamanho. Leve para assar no forno pré-aquecido a 180 graus por 20 minutos ou até dourar e firmar.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA NOSSAS COLUNAS

Dicas do Chef

Por: Anderson Thomazzoni

Professor e Chef de Cozinha. Formado em Administração e Gastronomia. Pós Graduado em Enogastronomia com especialização em Docência e Gestão do Ensino Superior. Brasileiro, solteiro, 30 anos. Endereço comercial e residencial na Rua Santa Catarina, número 2770. Centro – Medianeira – PR.

Comentários