D

Dicas do Chef

Nhoque e sua história

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

Ao longo da história da Itália, a penúria dos períodos de guerra deixou ao menos uma herança positiva: diante da escassez de ingredientes, as mammas exercitaram sua criatividade e criaram receitas que se tornaram clássicos da culinária. O nhoque se enquadra na categoria. Segundo Sílvio Lancellotti, autor de O livro da cozinha clássica (Editora L&PM), a farinha de trigo, racionada, não faltava na despensa dos ricos, que continuaram a cozinhar suas massas. Já os pobres precisaram inventar um jeito de transformar o pão velho na pasta nossa de cada dia – ralado ou moído, o pão era misturado com um tantinho de farinha e água quente. A massa era modelada em cilindros e cortada em toquinhos, que depois eram cozidos em água ou em um caldo de vegetais e ossos de galinha. E não é que ficava bom? Com o tempo, até os ricos copiaram a ideia. A batata foi a última a entrar na história, pois chegou à Europa no século 18.

Nhoque de batata-doce com molho de carne

 Ingredientes

1 kg de batata-doce cozida e espremida

1 colher (chá) de margarina

1 ovo

2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado

1 xícara (chá) de farinha de trigo

Sal e pimenta-do-reino a gosto

Molho

500gr de carne moída

1 cebola grande picada

2 dentes de alho amassados

2 tomates picados

1 xícara (chá) de extrato de tomate

3 colheres (sopa) de salsa picada

Modo de Preparo: Cozinhe a batata-doce sem casca em água e esprema ainda quente em uma tigela. Acrescente a margarina, o ovo, o parmesão, o sal, a pimenta e misture bem. Junte farinha aos poucos até dar ponto de enrolar. Se necessário, acrescente mais. Em uma panela, esquente o óleo em fogo médio e frite a carne moída até dourar. Junte a cebola e o alho e quando murchar acrescente o tomate e o extrato. Refogue por 5 minutos, adicione a água e cozinhe em fogo baixo por 15 minutos. Adicione a salsa e reserve. Coloque água com sal para ferver em uma panela. Faça rolinhos com a massa do nhoque sobre uma superfície lisa e levemente enfarinhada. Corte e transfira para uma assadeira. Despeje aos poucos o nhoque na água quente e retire quando subir à superfície. Transfira para um refratário. Cubra com o molho, polvilhe o cheiro-verde e sirva em seguida.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA NOSSAS COLUNAS


Strict Standards: Only variables should be passed by reference in /home/mensageiro/public_html/wp-content/themes/jornalmensageiro/single.php on line 125

Dicas do Chef

Por: Anderson Thomazzoni

Professor e Chef de Cozinha. Formado em Administração e Gastronomia. Pós Graduado em Enogastronomia com especialização em Docência e Gestão do Ensino Superior. Brasileiro, solteiro, 30 anos. Endereço comercial e residencial na Rua Santa Catarina, número 2770. Centro – Medianeira – PR.

Comentários