Economia e Negócios

PESCADOS

Paraná se consolida como maior produtor de peixes do Brasil

No ano passado Estado produziu 112 mil toneladas, um crescimento de 19,7.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

Pelo segundo ano consecutivo, o Paraná aparece na liderança entre os estados produtores de pescados. No ano passado o Estado atingiu a marca de 112 mil toneladas, contra 93,6 mil toneladas em 2016, uma alta de 19,7%, e distanciando-se ainda mais do segundo colocado, Rondônia (77 mil toneladas em 2017). No Paraná, a principal espécie em produção é a tilápia, que representou 105 mil toneladas no ano passado. Os números são do Anuário da  Associação Brasileira da Piscicultura.

A tilápia representa 91% da produção paranaense

No Brasil todo, a produção de pescados também teve alta, embora menor que a paranaense. Em 2017 foram produzidas 691 toneladas em todo o País. Houve crescimento da produção em 22 estados e apenas quatro e o Distrito Federal produziram menos que em 2016. O valor da produção brasileira ultrapassa US$ 1,5 bilhão.

O Oeste do Paraná é o maior polo de criação de peixes no Estado, representando 69% de toda a produção, com atuação em 48 municípios, próximos a Toledo e Cascavel. Segundo dados do Departamento de Economia Rural (Deral) em 2017. Aregião é responsável pela produção de cerca de 55,5 mil toneladas de peixe por ano, sendo que 96% são de tilápia. Atrás do oeste, está a região norte com 14% da produção e os outros 17% estão divididos entre o sul e noroeste do estado.

Entre as variedades cultivadas em todo Paraná, a tilápia representa 91% de toda a criação e está mais concentrada na região oeste. Já as espécies nativas compreendem 4,7% da produção e estão concentradas em maior número na região norte. Outras espécies cultivadas são as carpas e os bagres que representam 3,5% e 0,8 % da produção, e estão presentes no sul do Paraná.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários