Especial

Poupador deve ficar alerta para evitar cair em golpe

Fraudadores prometem antecipar dinheiro após depósito em conta desconhecida

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

Mal foi fechado o acordo entre poupadores, bancos e Advocacia Geral da União (AGU) para recuperar as perdas com os planos econômicos das décadas de 1980 e 1990, começaram a surgir denúncias de tentativas de golpes contra clientes bancários. E o esquema é o de sempre: alguém liga para a pessoa e diz que ela tem direito a receber o dinheiro. Mas é preciso fazer um depósito na conta de um desconhecido. A orientação é ignorar o contato dos golpistas.

O advogado Walter Moura, do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), afirma que que a entidade tem sido procurada por diversos poupadores que receberam telefonemas com oferta de intermediação na liberação do dinheiro.

“Muitos ligam para o Idec perguntando se tinha que fazer depósito prévio. É igual ao sequestro relâmpago”, disse.

O Idec orienta poupadores a não aceitar proposta de facilitar ou antecipar a liberação do dinheiro. “Não aceite oferta de acordo de pessoa diferente do seu advogado. Se você é afiliado a alguma entidade, procure a entidade. Se tem advogado, procure-o. Assim, você não vai cair em fraude”, ressalta Moura.

“Nem a AGU, nem a Febraban (Federação Brasileira dos Bancos), nem o Idec vai fazer ofertas por acordo. Se alguém pedir CPF, procuração, isso é fria. A pessoa de maior confiança é o advogado”, acrescenta.

 

Atenção redobrada

O poupador precisa ter atenção redobrada: para liberar o recurso, o acordo ainda terá de ser homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e não há prazo para isso. Somente após a homologação, os bancos vão dar prazo para adesão. Passada essa fase, as instituições financeiras terão 90 dias para criar plataforma virtual para que os poupadores e seus representantes legais optem pelo acordo na Justiça.

“Ou seja, o pagamento não será tão rápido. A expectativa é de que comecem a pagar somente em 2018”, acrescenta o advogado Marcellus Amorim.

 

Fonte: http://odia.ig.com.br/economia/2017-12-18/poupador-deve-ficar-alerta-para-evitar-cair-em-golpe.html

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários