Esporte

CANOAGEM

Felipe Borges desbanca argentino e leva o ouro em Pan-Americano na Costa Rica

Atleta revelado pelo projeto social Meninos do Lago de Foz, desenvolvido com apoio de Itaipu, também levou o bronze na categoria C1 por equipes

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

O atleta olímpico iguaçuense Felipe Borges, revelação do projeto social Meninos do Lago, da Itaipu e parceiros, garantiu a medalha de ouro no Campeonato Pan-Americano de Canoagem Slalom, disputado em Turrialba, na Costa Rica, no último fim de semana. Na mesma ocasião, foi também disputado o Sul-Americano de Canoagem Slalom. A delegação brasileira conquistou 22 medalhas nas duas competições.

Na categoria C1 (canoa individual), Felipe Borges fez uma descida limpa, sem tocar nos obstáculos, e terminou com o tempo de 91.14 segundos, superando o argentino Sebastian Rossi, atual campeão sul-americano da prova. Borges trouxe ainda a medalha de bronze na categoria C1 por equipes ao lado de Leonardo Curcel, também revelado pelo Meninos do Lago, e de Thiago Serra, atleta de Piracicaba-SP.

No total, 19 atletas brasileiros disputaram os dois campeonatos, seis canoístas representaram o Instituto Meninos do Lago (Imel), federação de Foz do Iguaçu originada do projeto social. Das 22 medalhas brasileiras, 14 foram conquistadas pelos seis atletas do Imel.

Entre os atletas do Instituto, a recordista de pódios foi Omira Estácia que levou quatro medalhas de ouro (duas no Pan e outras duas no Sul-Americano). Marina Souza garantiu duas pratas no Pan em cada um dos dois eventos. Já Guilherme Rodrigues foi ouro no K1 Júnior, no Pan-Americano, repetindo o feito do ano passado. “Foi uma boa prova. Acho que mais difícil foi a disputa com os atletas brasileiros. A competição foi muito importante para eu conseguir uma maior pontuação no ranking mundial para a aquisição da Bolsa Atleta 2018”, afirma.

REVELAÇÃO PARAGUAIA – Ana Paula Fernandes Castro garantiu uma medalha de ouro pelo Campeonato Sul-americano e uma prata no Pan-americano, ambos no C1. A canoísta iniciou no esporte no Instituto Meninos do Lago. Atleta com dupla cidadania, Ana Paula disputa há três anos pelo Paraguai e conquistou esses resultados inéditos ao País vizinho. Ela foi a única representante paraguaia no evento.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários