Esporte

Jovem Missalense se destaca em Campeonato Brasileiro de Muay Thai

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

No último final de semana, o jovem missalense, Bruno Patrick Klein, conquistou o título de Campeão Brasileiro de Muay Thai Tradicional (CBMTT), na categoria Infantil até 51kg. A competição ocorreu na cidade de Balneário Camboriú-SC. Bruno é atleta da Academia Black Belt de Missal e recebeu total apoio dos participantes da academia, bem como da Administração Municipal de Missal.

O professor e coordenador da unidade de Missal, Henrique Martin, agradeceu em sua rede social a todos que deram suporte, possibilitando participar dessa competição. “A equipe da Rede Black Belt – Unidade Missal-PR, tem muito a agradecer a todos os companheiros de treinos e ao nosso Mestre, Arjarn Gadita, pelos últimos ajustes e por ter nos recebido em seu Camping de Treinamento em Itapema-SC”, aponta.

Martin estendeu também o agradecimento à Administração Municipal de Missal. “Agradecer também ao Departamento da Juventude do Município de Missal, ao nosso amigo, parceiro e um dos nossos maiores incentivadores, Delmar Borba da Silva, a nossa amiga Rosani Fappi da Assistência Social e aos nossos Administradores Públicos que acreditaram e confiaram em nosso trabalho, pelo qual tivemos a Honra e o Prazer de levar o nome de nosso Município a um patamar maior dentro do esporte”, acrescenta.

 

Muay Thai

Segundo o site oficial da Confederação Brasileira de Muay Thai, a modalidade também é conhecida como Thai Boxing em alguns países como Estados Unidos e Inglaterra. É muito conhecido no Brasil como Boxe Tailandês e é uma Arte Marcial Tailandêsa com mais de 2.000 anos de idade. A origem do Muay Thai confunde-se com a origem do povo Tailandês.

Os Tailandeses foram constantemente hostilizados e sofreram muitos ataques de bandidos, de Senhores da Guerra, de animais, e também foram acometidos de muitas doenças. Para protegerem-se e manterem à saúde, eles criaram um método de luta chamado “Chupasart”. Este método de luta e autodefesa fazia uso de diversas armas como por exemplo: espadas, facas, lanças, bastões, escudos, machados, arco e flecha, etc.

No treinamento do “Chupasart”, frequentemente ocorriam acidentes que causavam algumas vezes graves ferimentos aos praticantes. Para que eles pudessem treinar sem ferir-se, os tailandeses criaram um método de luta sem armas, o percursor do atual Muay Thai. Assim eles podiam exercitar-se e treinar mesmo em tempos de paz e sem o risco de ferir-se.

No início, o Muay Thai era muito parecido com o Kung Fu Chinês. Um fato normal levando-se em conta à origem do povo Tailandês. O antigo Muay Thai utilizava-se de golpes com as palmas das mãos, ataques com as pontas dos dedos, imobilizações e mãos em garras para segurar o oponente. Com o tempo, ele foi modificando-se e transformou-se no estilo de luta que é hoje.

O Muaythai segue a doutrina budista em suas saudações e costumes. Seu ritmo lento cujos movimentos servem de concentração para ambos os lutadores, sendo acompanhado por uma música típica tailandesa após o WAI KRU, o boxeador ajoelha-se com a face voltada em direção à sua escola, cobre os olhos com as luvas e recita curtas orações (cada escola tem sua forma de apresentação, executando movimentos diferentes).

 

Rede Black Belt Pró

A Rede Black Belt possui diversas academias na região sul do País. A Unidade de Missal está situada na Rua do Imigrante, 505, Centro, próximo ao Ginásio de Esportes 25 de Julho. Atende de segunda a Sábado, com horários alternado entre as 9h da manhã até 00h15.

– Segunda-feira – 9h às 11h, 14h15às 20h30;

– Terça-feira – 17h30 às 21h30, 23h15 às 00h15;

– Quarta-feira – 9h às 11h, 14h15às 20h30;

– Quinta-feira – 17h30 às 21h30, 23h15 às 00h15;

– Sexta-feira – 9h às 11h, 14h15às 20h30;

– Sábado – 9h às 10h, 14h às 15h.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários