Policial

Mais réus condenados e absolvidos em Foz do Iguaçu

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

 

IMAGEM ILUSTRATIVA

A Justiça Federal em Foz do Iguaçu divulgou as sentenças de mais sete ações criminais, das quatro primeiras fases da Operação Pecúlio, relacionados aos supostos crimes de desvio de dinheiro nas Secretarias Municipais de Obras, Planejamento e Meio Ambiente. As investigações são relacionadas ao período do governo Reni Pereira. Nas decisões proferidas pelo juiz federal Pedro Carvalho Aguirre Filho, 15 réus foram condenados e seis absolvidos. Como parte dos réus assinaram acordo de colaboração premiada, como delatores, a pena nesses casos poderá ser diminuída.

CONDENADOS – Aires Silva (9 anos e 4 meses, em regime fechado – delator), Ana Paula Martins Santos (4 anos e 8 meses em regime semiaberto), Carlos Juliano Budel (9 anos e 4 meses em regime fechado –delator), Cristiano Fure de França (2 anos em regime aberto), Edson Queiroz Dutra (4 anos e 4 meses em regime semiaberto – delator), Evori Roberto Patzlaff (4 anos e 4 meses em regime semiaberto), Fernando da Silva Bijari (10 anos fechado – delator), Girnei Azevedo (3 anos em regime aberto – delator), João Matkievicz Filho (2 anos em regime aberto), Melquizedeque da Silva Ferreira Correa Souza (2 anos em regime aberto – delator), Nilton João Beckers (18 anos em regime fechado – delator), Paulo Cezar Barancelli de Araújo (2 anos em regime aberto), Rodrigo Becker (2 anos em regime aberto – delator), Valter Martin Schroeder (2 anos em regime aberto) e Vilson Sperfeld (6 anos e 8 meses em regime semiaberto – delator).

ABSOLVIDOS – Euclides de Moraes Barros Júnior, Inácio Colombelli, Mauro Luciano Remor, Micael Sensato, Thiago Veloso Maria e Wanderley Cazula de Avelar

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários