Policial

OPERAÇÃO DICTUM

Operação contra o tráfico de drogas em Foz do Iguaçu e região

Foram expedidos 19 mandados de prisão preventiva e 30 mandados de busca e apreensão.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

A Polícia Federal de Cascavel deflagrou nesta semana, a Operação Dictum de combate a uma organização criminosa de tráfico de drogas. Conforme a PF, o nome Dictum significa limpeza.  Foram expedidos 19 mandados de prisão preventiva e 30 mandados de busca e apreensão, nas cidades de Cascavel, Foz do Iguaçu, Santa Helena, São Mateus do Sul, Londrina, Toledo e Fraiburgo, em Santa Catarina.

O delegado-chefe da Polícia Federal de Cascavel, Marco Smith, revelou que foram quatro meses de investigações que apontaram para a facção criminosa que tinha a intenção de enraizamento e domínio territorial em Cascavel. Dos 19 mandados de prisão expedidos pela Justiça, 13 foram cumpridos. Foram efetuadas também três prisões em flagrante por tráfico e uso de documentos falsos.

Smith explicou que o grupo buscava o domínio territorial fortalecendo os pontos de drogas montados na cidade. “Eram seis pontos de venda de drogas e que serviam também como esconderijos e base segura para a permanência de criminosos que praticavam outros crimes”, diz. “A intenção de territorializar o grupo era clara, tanto que eles já tentavam fixar bandeiras, inclusive em muitos locais eles vandalizaram placas de trânsito, com pichações indicando para a facção”.

A polícia destacou que os seis pontos de tráfico rendiam cerca de R$ 12 mil ao dia para o grupo, sobretudo de venda de maconha e cocaína. O delegado também explicou que as facções criminosas funcionam como pirâmides, em que as bases precisam gerar lucros. “Mensalmente, cada integrante do grupo deveria pagar R$ 200 e a cada dois meses, precisavam pagar R$ 560 de rifas”.

Durante os cumprimentos dos mandados foram apreendidas drogas, munições, e recolhidos documentos, que para a polícia, são muitos importantes por detalhares o funcionamento e revelarem participantes do grupo.

BASE – Smith também comentou que a facção tem origem em São Paulo e que a escolha por Cascavel para se basear, se dá por estratégia. “O domínio da fronteira é muito difícil para essa facção que não conseguiu se basear nem em Foz do Iguaçu e nem em Guaíra”, diz. “Então, o que eles queriam era dominar o território aqui”.

PRESOS – Três mandados de prisão foram cumpridos em penitenciárias. Um dos mandados, cumprido em uma unidade de Londrina, local de onde o preso ‘dava ordens relativas a facção’. “Já foi solicitada a transferência dele para uma unidade Federal”.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários