Política

CAIXA ZERO

Deputados federais do Paraná gastam R$ 1,8 milhão em propaganda pessoal

O dinheiro é da Câmara e sai do bolso do contribuinte

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

Os deputados federais do Paraná gastaram nada menos do que R$ 1,8 milhão em 2017 em “divulgação da atividade parlamentar”. O dinheiro é da Câmara e sai do bolso do contribuinte a cada vez que um dos representantes decide fazer propaganda do que realiza em Brasília.

Os dados são referentes ao período de janeiro a novembro de 2017 e constam no Portal da Transparência da Câmara dos Deputados. O dinheiro faz parte do “Cotão”, um fundo de reembolso que os parlamentares podem usar para pagar despesas relativas ao mandato.

O campeão de gastos nessa rubrica é Sandro Alex, do PSD. O deputado de Ponta Grossa tem um contrato mensal com uma agência de comunicação.

Para manter o site do deputado e cuidar de outros serviços do gênero, como propaganda e divulgação de relatórios de atividades, a empresa chegou a receber R$ 20 mil por mês. No ano, o deputado gastou R$ 165 mil.

O segundo maior gastro foi de R$ 159 mil, do deputado Alfredo Kaefer (PSL), que tem um contrato de R$ 16 mil mensais, mais ou menos nos mesmos moldes, com uma agência que cuida de seu site.

Outros dois deputados do estado ultrapassaram R$ 100 mil em gastos com divulgação. Assis do Couto (PDT), usou R$ 135 mil principalmente para fazer informativos relacionados a seu mandato.

Osmar Bertoldi (DEM), que assumiu como suplente depois de cumprir pena por agressão contra a ex-noiva, gastou R$ 113 mil do contribuinte para melhorar a sua imagem.

O campeão de gastos nessa rubrica é Sandro Alex, do PSD. O deputado de Ponta Grossa tem um contrato mensal com uma agência de comunicação

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários