A

Arquitetando

Descubra o tipo ideal de piscina para sua obra

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves
Projeto autoral Jaqueline Mafini e Ana Paula Rosseto

Com a passagem do verão, ter uma piscina em casa passa a ser um sonho frequente na vida dos brasileiros. Se você esta prestes a construir a sua, preste atenção nessas dicas pra fazer a melhor escolha.

É importante conhecer os diversos tipos de materiais utilizados para sua construção, além de suas vantagens e desvantagens, preços e usos.

CONCRETO – A piscina de concreto tem uma boa relação custo-benefício, mesmo apresentando um preço superior aos outros tipos. O material possui grande resistência mecânica e versatilidade.As piscinas de concreto podem ser projetadas em qualquer tamanho ou formato. Além disso, os acabamentos são diversos, como azulejos, pedras naturais ou pastilhas.Esse tipo de piscina deve receber uma camada de impermeabilização, que pode ser feito utilizando argamassa ou manta asfáltica.Esse tipo de material pode ser utilizado não só em projetos residenciais, mas também em hotéis e clubes, que demandam piscinas de formatos mais variados ou maiores que o comum.

FIBRA DE VIDRO – As piscinas de fibra de vidro são pré-fabricadas e, por isso, são bem mais rápidas e práticas de se instalar do que os outros tipos. Além disso, o custo-benefício é ótimo e a durabilidade e sua resistência a vazamentos também. Outro benefício fundamental a ser destacado é que as piscinas desse tipo são bem mais fáceis de limpar por serem lisas. Assim, não há acúmulo de sujeira, fungos ou bactérias – a saúde da sua casa agradece.Como pontos negativos, podemos destacar que esse modelo tem menos versatilidade em relação aos formatos e a instalação em locais de difícil acesso, que pode ser inviável.Por fim, para poder desfrutar de todos esses benefícios, é importante escolher uma piscina de um fabricante de qualidade.

VINIL – A piscina de vinil é construída sobre outras estruturas, como a alvenaria, sendo que o vinil é o próprio material de acabamento estético e funcional.Sua principal vantagem é que dispensa outro revestimento e a impermeabilização, além da variedade de estampas, cores e formas que o vinil apresenta.É uma opção alternativa a quem não deseja revestir com materiais mais tradicionais como cerâmica, já que sua construção é mais rápida e barata – além de promover uma boa higiene, pela facilidade de limpeza sem uso de rejuntes e sem acúmulo de sujeira, fungos e bactérias.Entretanto, a durabilidade das piscinas de vinil pode ser afetada mais facilmente pelo uso de produtos químicos, como cloro excessivo. Isso faz com que a tinta se desbote e a superfície resseque.

Vale destacar que é imprescindível a escolha de um profissional da área de arquitetura para elaborar um projeto completo e harmonioso da sua área de lazer. O planejamento ajuda a reduzir custos e aproveitar melhor os espaços.

Fontes: hometeka.com.br, fazfacil.com.br

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA NOSSAS COLUNAS

Arquitetando

Por: Jaqueline Mafini

Formada em Arquitetura e Urbanismo desde 2014 e pós-graduada em Engenharia de Gestão e Prevenção Contra Incêndio e Pânico. Atua na área desde 2010, com destaque para design de interiores e prevenção de incêndio.

Comentários