Caderno Especial Saúde

CORAÇÃO

Insuficiência cardíaca: sintomas, causas e tratamento

O médico cardiologista Dr. Alberto Barcellos explica o que é insuficiência cardíaca, causas, sintomas e tratamento.

O que é a insuficiência cardíaca?

É um distúrbio em que o coração não consegue suprir as necessidades do corpo, causando redução do fluxo sanguíneo, refluxo (congestão) de sangue nas veias e nos pulmões e/ou outras alterações que podem debilitar ou enrijecer ainda mais o coração. A insuficiência cardíaca se desenvolve quando a ação de contração ou a ação de relaxamento do coração é inadequada, normalmente devido à fraqueza ou rigidez do músculo cardíaco. Também pode haver acúmulo de sangue nos tecidos, o que causa congestão. O acúmulo de sangue que entra no lado esquerdo do coração provoca congestão pulmonar e dificuldade respiratória. O acúmulo de sangue proveniente do lado direito do coração provoca congestão e acúmulo de líquidos em outras partes do corpo, como nas pernas e no fígado.

Quais são as causas?

Uma causa cardíaca comum é a doença arterial coronariana , que pode afetar zonas extensas do músculo cardíaco, pois ela reduz o fluxo sanguíneo rico em oxigênio para o miocárdio, o qual necessita de oxigênio para poder se contrair normalmente; podendo causar o infarto do miocárdio. Outras causas incluem a miocardite (inflamação do músculo cardíaco), alguns medicamentos para quimioterapia, toxinas como álcool, valvulopatias, distúrbios que afetam o sistema de condução elétrica do coração e causam um ritmo cardíaco anormal, distúrbios genéticos e que enrijecem o coração. A causa não cardíaca mais comum é o tratamento inadequado da hipertensão arterial. E as causas não cardíacas menos comuns incluem hipertensão arterial nas artérias dos pulmões (hipertensão pulmonar, embolia pulmonar), anemia, distúrbios da tireoide, insuficiência renal, consumo indevido de medicamentos e estressar-se por motivos fúteis.

E quais os sintomas?

Os sintomas podem surgir subitamente, sobretudo quando causados por um ataque cardíaco. Entretanto, a maioria das pessoas não apresenta qualquer sintoma quando o coração começa a desenvolver problemas. Os sintomas surgem gradualmente e podem levar dias, meses ou anos; podendo estabilizar durante determinados períodos. Alguns sintomas comuns são falta de ar, fadiga, acúmulo de líquidos (edema) nas pernas e incapacidade de realizar exercícios ou outras atividades que exijam esforço. Em idosos, a insuficiência cardíaca também pode causar sintomas indefinidos como sonolência, confusão e desorientação. E ainda há o fator genético, que vem da família, que infelizmente você não pode mudar e pode contribuir com a doença no futuro.

Que exames devem ser feitos para diagnosticar a doença? Tem como prevenir?

Os médicos suspeitam de insuficiência cardíaca com base nos sintomas, porém, normalmente são feitos exames como ecocardiograma (ultrassom do coração), para avaliar a função cardíaca; radiografia do tórax, eletrocardiograma (ECG) e exames de sangue. E prevenir a insuficiência cardíaca envolve tratar distúrbios que podem causar insuficiência cardíaca antes que eles o façam. Os distúrbios que podem ser tratados incluem hipertensão arterial, obesidade, obstrução de uma artéria coronária, valvulopatias, alguns ritmos cardíacos anormais, anemia e distúrbios da tireoide.

Como é feito o tratamento?

O tratamento tem como objetivo tratar o distúrbio que causa a insuficiência cardíaca, implementar alterações no estilo de vida e tratar a insuficiência cardíaca com medicamentos prescritos, cirurgia, outras intervenções e, em alguns casos, transplantes cardíacos. Portanto, cuidado com alimentação, não fumar, não beber exageradamente e praticar atividade física.

Comentários