C

Café Analítico

Experiência de Quase Morte

Quem já esteve no limiar da morte? O que sentiu? Do que se lembra?

Pessoas consideradas clinicamente mortas por alguns minutos afirmam, após a recuperação, terem vivenciado experiências lúcidas fora do corpo físico. O assunto, classificado como Experiência de Quase Morte (EQM), intriga e é objeto de pesquisa de vários estudiosos e profissionais das mais diversas áreas em todo o mundo.

Experiências de Quase Morte são eventos que acontecem quando o corpo do ser humano é considerado clinicamente morto ou muito próximo da morte, porém, mesmo assim, a pessoa ainda se vê viva. É como se, nessa situação extrema, a pessoa continuasse consciente, apesar do trauma físico sofrido.

Na EQM as pessoas deixam o corpo físico e se veem de cima, ouvem o que as outras pessoas falam e veem o que fazem enquanto ela está, aparentemente, desacordada. Muitas dizem entrar em uma dimensão que pode ser muito mais real que a física.

Pessoas de todo o mundo relatam que, frequentemente, a retrospectiva das suas vidas ocorre na companhia de um ser de luz, dotado de total compaixão e amor, que as ajuda durante esse processo. Em outros casos, a pessoa encontra-se com familiares já falecidos e visitam certos lugares que não existem nesta dimensão.

Até este momento, a noção de que existe vida após a morte não é cientificamente válida ou inválida, mas isso não quer dizer que não seja relevante. A questão de como verificar uma experiência de EQM ainda é muito vaga. É preciso um novo sistema de lógica que nos permita refletir acerca de coisas que até agora não fazem sentido.

O episódio que chamamos de vida pode ser somente uma pequena parte de algo bem maior. No instante da morte, nossa consciência é, de alguma maneira, transportada para um estado de realidade maior e mais inclusivo.

Em todo o mundo há relatos de pessoas que chegaram neste limiar e, quando voltaram, puderam relatar experiências impressionantes sobre o que vivenciaram. Imaginação? Efeito de medicamentos? Conexão com outras dimensões? Possibilidade da consciência permanecer lúcida fora do corpo físico? Não temos como afirmar, mas podemos abrir a mente para um campo vasto ainda pouco explorado pela ciência acerca destas experiências que acabam transformando de maneira decisiva a vida de milhares de pessoas. “A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original”. Albert Einstein

Café Analítico

Por: Camyle Hart

Graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa em 1999, atuando por 15 anos na área, em diversos veículos de comunicação do Paraná. Pós-graduada em Comunicação e Mercado na Era Digital.
Formada em Psicologia pela Faculdade Anglo Americano – Foz do Iguaçu, especializando-se em psicologia Junguiana. Atualmente, mantém uma coluna sobre saúde mental nos jornais Nossa Folha e O Mensageiro, ambos de Medianeira. Mantém um blog sobre temas da psicologia e atua como psicoterapeura, no contexto ‘home care’(domiciliar) e online.

Comentários