Cidades

ADOTE UMA CARTINHA

Campanha Papai Noel dos Correios

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

Considerado um dos maiores projetos sociais natalinos, o “ADOTE UMA CARTINHA DE NATAL” existe há 30 anos nos Correios do Brasil e foi lançada oficialmente no País nesta terça-feira (06); com o slogan “pegue sua cartinha e faça uma criança feliz”. Nas últimas edições, mais de quatro milhões de crianças de todas as regiões foram agraciadas com presentes. Em Medianeira, começou de uma maneira muito simples: as crianças mandavam cartas para os Correios pedindo presentes para o Papai Noel e os próprios funcionários se mobilizavam. A partir de 1997, os Correios entraram com a mão de obra e parte operacional; e a população apadrinhou os pedidos das cartinhas – totalizando mais de seis mil crianças presenteadas.

Nesta oitava edição em Medianeira, as cartinhas podem ser entregues na Agência dos Correios na Rua Argentina, 1177, até dia 05 de dezembro; com entrega dos presentes dos padrinhos que adotaram as Cartas, prevista para acontecer entre os dias 10 e 15 de dezembro. Os pedidos são dos mais variados, desde material escolar, brinquedos, roupas, cestas básicas e de Natal – além dos Correios também aceitarem doações de cestas de Natal e roupas. “É muito comum as crianças pedirem comida e roupas novas, pois a Campanha atende famílias carentes. Um trabalho emocionante que vale a pena ser realizado anualmente”, confidenciou Marcelo Simioni de Abrão, Agente dos Correios.

Marcelo também confirmou que o foco será um pouco diferente como nos anos anteriores. “Até então, entregávamos os presentes em alguma escola ou instituição de ensino. Neste ano, iremos até as comunidades carentes aonde as crianças fizeram seus pedidos através das cartinhas. E para que esse trabalho seja bem feito, pedimos a colaboração de voluntários e representantes de organizações ou clubes de serviço para auxiliar nas entregas com o bom velhinho”, convidou o Agente. Demais informações sobre os trabalhos do Papai Noel dos Correios serão divulgadas nas próximas edições.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários