Cidades

Programa Cidades Sustentáveis

Comitiva do Oeste conhece iniciativas em sustentabilidade em São Paulo

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

Uma comitiva formada por 50 pessoas da região Oeste do Paraná, participou de uma viagem técnica na última semana, de 28 de novembro a 01 de dezembro, aos municípios de Jaguariúna (SP) e Socorro (SP). Coordenadores técnicos do Programa Cidades Sustentáveis, secretários, vereadores e vice-prefeitos fizeram parte do grupo. Foram conhecidas boas práticas e iniciativas voltadas à sustentabilidade nos dois municípios.

“São exemplos para serem replicados, modificados ou para que sirvam de estímulo”, destaca a presidente do Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, Cleci Loffi. Atualmente, 80% dos 54 municípios do Oeste do Paraná e Mundo Novo (MS), que aderiram ao Programa Cidades Sustentáveis, estão ativos e alimentam a plataforma das Boas Práticas, segundo o Conselho dos Lindeiros, que, em parceria com a Itaipu Binacional, e administrações municipais trabalha o programa na região.

A viagem técnica ao estado de São Paulo faz parte das ações de estímulo ao desenvolvimento de boas práticas sustentáveis, e, conforme o assessor especial da Diretoria de Coordenação da Itaipu Binacional, Gilmar Secco, teve as expectativas cumpridas.

Iniciativas públicas

Em Jaguariúna a comitiva foi recebida pelo prefeito, Gustavo Reis, que apresentou os principais resultados obtidos pela cidade. Segundo a Administração Municipal, Jaguariúna é o primeiro município da Região Metropolitana de Campinas a ter uma Lei que regulamenta ações da Agenda 2030, com enfoque nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), nos quesitos social, ambiental, econômico e institucional. A comitiva também fez uma visita técnica pela cidade, até o Centro Cultural e Teatro Dona Zenaide, onde assistiu a uma das peças trabalhadas com atores da cidade.

Iniciativa privada

Em Socorro o grupo conheceu o Hotel Fazenda Parque dos Sonhos, sua estrutura, atrações e participou de algumas atividades, como a tirolesa e arvorismo. A estrutura está na divisa entre os estados de São Paulo e Minas Gerais, a 15 quilômetros da cidade de Socorro e a 22 quilômetros de Bueno Brandão (MG). São 20 alqueires que compreendem a natureza com cachoeiras, trilhas ecológicas, animais, grutas e 14 atividades de aventura.

Retirado da área urbana, com acesso por estrada de terra, há destaque para a iniciativa empreendedora. O complexo é composto por apartamentos, chalés, restaurante, lanchonete, loja, piscina coberta, salão de jogos, centro de eventos com capacidade para 80 pessoas, e sala de primeiros socorros.

Dentre o diferencial estão as dependências do hotel, que são adaptadas para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

Case

A comitiva que participou da visita técnica assistiu a uma palestra oferecida pelo diretor da Rede dos Sonhos, José Fernandes Franco, que compartilhou a história de sucesso da organização, desde a criação do Campo dos Sonhos às inovações na área de sustentabilidade.

O vice-prefeito de Altônia, Edivaldo Gerônimo da Silva, ressalta que diversos exemplos positivos podem ser aproveitados como base para iniciativas municipais, opinião que é compartilhada pelo vice-prefeito de Missal, Eduardo Staudt.

Nos municípios os gestores são incentivados a desenvolver projetos e iniciativas com o objetivo de cumprir os 17 ODS e alimentar a plataforma do Programa Cidades Sustentáveis, que serve de base mensurável de evolução aos municípios.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários