Cidades

Coofamel

Cooperativa do Oeste espera movimentar aproximadamente 200 toneladas de mel na safra 2020-2021

A Cooperativa Agrofamiliar Solidária (Coofamel), iniciou a estruturação para a safra de mel 2020-2021. Esta semana chegou o primeiro carregamento de tambores para armazenagem do produto. A expectativa é que sejam produzidas aproximadamente 200 toneladas de mel nesta safra. Alguns fatores animam o setor.

Conforme dados divulgados pelo Governo do Estado, o Paraná desponta este ano como principal Estado exportador de mel. No primeiro semestre deste, exportou 4.987 toneladas, um aumento de 57% sobre o volume exportado em igual período do ano passado, que somou 3.174 toneladas, segundo dados apontados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

De janeiro a junho, o Brasil exportou 20.262 toneladas do produto, volume 77% maior do que foi exportado em 2019 que atingiu, no mesmo período, a marca de 11.429 toneladas.

Expectativa positiva

O presidente da Coofamel, Antônio Schneider, ressalta que há a expectativa de que a safra inicie a partir da segunda quinzena de outubro e tenha resultados bastante positivos. O preço está em alta. Atualmente a Coofamel paga R$9,50 o quilograma do mel e a tendência é subir, o que depende, no entanto, de fatores econômicos globais.

O preço pago atualmente está em patamares bem melhores do que chegou a ser praticado no último ano, quando o quilograma chegou a R$4, segundo Schneider.

Safra

O produtor deve aproveitar este momento para organizar os equipamentos, fazer a análise de sobre caixas e outros fatores. Antônio Schneider ressalta que, a partir do momento que ocorrerem chuvas, em uma sequência de 10 dias, provavelmente haverá condições para a colheita.

Comentários