Cidades

ITAIPULÂNDIA

Município resolve impasse do Residencial Jacutinga II

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

Nesta terça-feira (11), os responsáveis pelo setor de Habitação estiveram em Cascavel para dar um importante passo em relação às construções das unidades habitacionais do residencial Jacutinga II.

O empreendimento habitacional seria realizado através de convênio entre o município de Itaipulândia e a Cohapar, porém, todo o processo estava paralisado. Diante disso, a Prefeita Cleide Prates encaminhou um ofício ao órgão governamental para solicitar que o convênio seja imediatamente rompido, devido ao não posicionamento da Cohapar.

Com o ofício protocolado, os lotes retornarão ao município e a Administração Municipal poderá abrir edital para que sejam construídas as casas através do Fundo Municipal de Habitação.

“Realizamos algumas reuniões com o pessoal da Cohapar, mas como não obtivemos resposta positiva e em virtude da necessidade que temos para diminuir o déficit habitacional em Itaipulândia, decidimos realizar o empreendimento habitacional através do fundo municipal”, destacou Valdecir Bittencourt.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários