C

Comentando

Mengão: uma semana e dois títulos

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

Faz muito tempo, e bota tempo nisso, que ouvi a expressão “a cara de quem perde não é a mesma de quem ganha”. Até já citei aqui o autor dessa frase. Começo essa semana falando nisso, pois mesmo com a “secadeira” toda, o Flamengo conquistou o título da Libertadores e confirmou antecipadamente o título de campeão brasileiro. Para os rubro negros, que até então levavam a pecha de que sempre ficavam no “cheirinho”, as coisas mudaram. E mudaram no investimento, na contratação de jogadores de alto nível, com um treinador de currículo internacional e pensamento focado no resultado. Tem, a nível de futebol sul americano, um time quase imbatível. Digo quase, porque nem sempre se consegue manter o mesmo nível em todos os jogos. Até agora tem dado certo.

Por outro lado, com vaga garantida no mundial de clubes, agora se projeta a final contra o Liverpool, atual campeão europeu. Só que antes disso, ainda tem um jogo na fase preliminar antes da final. Nada é garantido até lá, mesmo que na maioria das vezes a final é entre um clube da Europa e outro da América do Sul.

Mas é preciso ficar atento. No caminho pode surgir um outro “Mazembe”, um estraga prazeres, que fará o torcedor roer as unhas.

Penso que as coisas se encaminham bem para o time da Gávea. Em nenhum momento pensou um usar time misto ou reserva para este ou aquele jogo. Até pode ser que agora, campeão brasileiro, use um misturadão para os jogos finais do campeonato, uma vez que o título está garantido e assim os jogadores poderiam ser poupados para o mundial.

Mas seu treinador não é adepto desse tipo de ideia. Penso do mesmo modo. Se o cara ganha para jogar, e ganha bem, que vantagem tem o time se ele é deixado de lado para descansar e depois em campo, não ganha jogo? Isso pode acontecer. Mas o que se projeta, é mais um título para o Mengão. Se tiver choro, que seja do adversário ou de emoção do torcedor, pois a cara de quem ganha é sempre melhor daquela de quem perde.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA NOSSAS COLUNAS

Comentando

Por: João Hermes

Radialista e cronista esportivo do Jornal Mensageiro desde 1985.

Comentários