Economia e Negócios

Deu match

“Tinder do Empreendedor” é novidade no app Meu SEBRAE

Mas, calma, a ferramenta é para uso 100 % profissional e conecta empresas para parcerias e negócios

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

A lógica já é conhecida dos aplicativos de relacionamento: conectar pessoas que tenham interesses em comum para que elas se conheçam, troquem ideias e, quem sabe, até engatem uma relação por muito tempo. É isso o que o novo recurso do “Meu SEBRAE” disponibiliza, a partir de agora, mas com uma diferença: as pessoas aqui são micro e pequenas empresas interessadas em uma relação comercial. Gratuito, o aplicativo está disponível para Android ou IOS.

A nova ferramenta do app se chama “Achei!”. A única exigência para utilizar, além de ter o “Meu SEBRAE” instalado no celular, é possuir um CNPJ ativo. O empreendedor preenche seu cadastro com informações básicas sobre o negócio e começa a customizar seu perfil, incluindo fotos da empresa e/ou dos produtos e serviços ofertados. Quanto mais caprichado, mais chances de match, ou seja, de combinar os interesses de compra, venda ou parceria entre empreendedores.  “A parte mais importante dessa fase é inserir o que você procura e o que você oferece. O aplicativo trabalha com TAGs, que são palavras-chave que identificam as afinidades. É assim que o algoritmo vai sugerir as combinações”, explica o consultor do Sebrae/PR, Luciano Renan.

Por exemplo, para uma empresa que trabalha com doces, o usuário pode preencher que tem interesse em “embalagens”, “marketing” ou “chocolate” e, então, colocar o que oferece: “chocolates”, “doces finos”, “doces para festa”.  O consultor esclarece que, nesse primeiro momento, o “Achei!” não restringirá a visualização dos usuários por cidades. Porém, assim que houver uma base de informações estabelecida e um volume razoável de empresas cadastradas no app, a localização poderá servir como um critério para definição de afinidade. E uma boa notícia: se o usuário der um “dislike” – não gostei, sem querer ou se arrepender, nada de pânico, dá para voltar atrás. A ferramenta guarda um histórico de todos os perfis que foram vistos. “A nossa ideia é permitir que as empresas consigam consultar todas as opções que já foram sugeridas pelo app. Num primeiro momento, determinada empresa não parecia interessante, mas pode vir a ser em outra situação, por isso deixamos o registro salvo, como uma oportunidade futura”, orienta o consultor.

A ideia é que a experiência do usuário seja ampliada. “Hoje, as pessoas conseguem consumir conteúdo em outros lugares. Então, precisávamos de outras funcionalidades para manter o aplicativo relevante e torná-lo um instrumento útil para a rotina dos empreendedores, aproveitando o fato da solução ser para celular. A nova versão, além de passar por melhorias em usabilidade, terá mais recursos e interatividade, além de facilitar o contato com o Sebrae para tirar dúvidas e receber atendimento. E o ‘Achei!’ foi uma das maneiras de torná-lo mais lúdico”, avalia Renan.

O consultor acrescenta que todo o conceito visual e textual da nova solução foi pensado para que a utilização seja 100% profissional, sem dar margem para uso como app de paquera. “Tanto que existe uma política de uso. Se houver qualquer problema, o usuário pode acionar o Sebrae/PR para que possamos tomar medidas a respeito”, afirma.

A funcionalidade nasce com um potencial expressivo de interessados: 17 mil pessoas já utilizam o app Meu SEBRAE. “Lançamos o app em 2018 com uma proposta de entregar valor para os clientes e fazer parte da rotina de quem tem ou quer abrir um negócio. Estamos levando informação de forma leve, simples e com conteúdo relevante. Para aumentar a eficiência, estamos desenvolvendo novas soluções para aproximar empreendedores e possibilitar negócios reais”, comenta o diretor-superintendente do Sebrae/PR, Vitor Roberto Tioqueta.

Mais novidades

Além do “Achei!”, o aplicativo “Meu SEBRAE” ganhou uma utilidade específica para ampliar a imersão dos empreendedores em eventos presenciais específicos do Sebrae/PR. Nela, é possível manter interações em tempo real, além de promover a experiência dos participantes de forma digital: com um cartão de visita virtual, por exemplo. O aplicativo tem um leitor de QR Code, que permite ler o código de outro usuário, reconhecê-lo e assim possibilitar o networking. Tudo fica registrado dentro da função “Eventos”, inclusive com um histórico de tudo o que aconteceu durante o evento presencial, onde é possível identificar e resgatar contatos, anotações etc. Acesse http://www.sebraepr.com.br/meusebrae/ para conhecer mais.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários