Educação e Cultura

Alunos da UDC vão participar de ações em conjunto com o Parque Tecnológico Itaipu

Parceria entre as instituições foi formalizada nesta sexta-feira, 01, com a assinatura de um termo de cooperação 

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

O ambiente de pesquisa, desenvolvimento e inovação do Parque Tecnológico Itaipu (PTI) torna-se, a partir desta sexta-feira, 01, um novo espaço de aprendizado para os estudantes de diferentes cursos de graduação do Centro Universitário Dinâmica das Cataratas (UDC). 

Um protocolo de intenções  entre as duas instituições vai permitir o trabalho em conjunto dentro das temáticas de atuação do Parque: agronegócio, turismo e cidades, energia e segurança de infraestruturas críticas.  Iniciativas na área de educação, como palestras, workshops e visitas técnicas, e no turismo, como a pesquisa de perfil e visitação dos atrativos da Itaipu, gerenciados pelo PTI, são exemplos de ações que serão iniciadas em breve. 

O diretor superintendente do Parque Tecnológico, general Eduardo Castanheira Garrido Alves, afirma que a parceria com a UDC está associada à reorientação do planejamento estratégico do PTI, de gerir um ecossistema de inovação, desenvolvendo ciência, tecnologia, inovação e negócios. 

“Essa parceria vai nos permitir estar mais próximos do ambiente acadêmico e é também uma oportunidade para sairmos um pouco do nosso entorno e nos aproximarmos da academia para desenvolver temas do interesse de ambas as partes”, afirma o diretor superintendente. 

Além de possibilitar aos alunos da universidade a oportunidade de conviver em um ambiente de pesquisa e desenvolvimento, como o Parque Tecnológico, Garrido afirma que ações como as que serão feitas no Complexo Turístico Itaipu “com certeza vão redundar em ganhos para a cidade de Foz do Iguaçu”, que tem a atividade turística como vocação. 

Para a reitora da UDC, professora Rosicler Hauagge do Prado, a assinatura do termo de cooperação com o PTI é “a realização de um sonho muito antigo”. “Estamos nos sentindo realizados, com os nossos acadêmicos prontos para mostrar os seus trabalhos, assim como nossos professores e coordenadores. É uma oportunidade para o nosso acadêmico mostrar o trabalho dele e adquirir maior experiência com algo mais próximo à realidade profissional”, destaca Rosicler. 

Parceria

A partir da formalização do Protocolo de Intenções, serão montados planos de trabalho para iniciativas em conjunto entre as instituições. Um deles prevê a realização de palestras, workshops e visitas técnicas para ambas as partes. As ações já serão iniciadas na próxima semana, quando o PTI participará do XII Congresso Internacional de Engenharia Civil da universidade com uma palestra sobre Desenvolvimento de Negócios. 

A pesquisa para o Complexo Turístico Itaipu tem início previsto para abril de 2020. Outra proposta  é uma consultoria a ser feita pelos alunos de administração da UDC relacionada à política de qualidade do CTI, que vai permitir que os acadêmicos façam um diagnóstico e proposições para incrementar a gestão de qualidade dos atrativos.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários