Educação e Cultura

AULA PARANÁ

Confira como são gravadas as videoaulas da rede estadual

Escola Yvone Pimentel, de Curitiba, é o local onde são produzidas e também transmitidas as aulas. São 50 professores contratados. Trinta profissionais atuando por dia, incluindo tradutores, técnicos de filmagem e pedagogos.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

Desde o dia 6 de abril, os alunos da rede estadual de ensino estão tendo acesso as videoaulas do Ensino a Distância (EAD) – sistema que garante continuidade da oferta do conteúdo e reorganiza o calendário escolar neste período de pandemia do coronavírus. As videoaulas são transmitidas por três principais canais: a TV aberta, pelos multicanais da RIC TV no estado; pelo canal Aula Paraná, no Youtube; e pelo aplicativo Aula Paraná, disponível para Android e iOS.

As aulas são produzidas na Escola Estadual Yvone Pimentel, em Curitiba, de onde são também trasmitidas. A equipe da Secretaria da Educação e do Esporte esteve na unidade para acompanhar as um dia de gravações. 

De acordo com o coordenador do Departamento Pedagógico, Fábio Melo, atualmente são 50 professores contratados para fazer as transmissões. “Temos 30 profissionais atuando por dia, professores, tradutores, técnicos de filmagem e pedagogos. Há uma rotatividade da equipe e todos estão focados em oferecer a melhor educação à distância para os alunos da rede”, explica o coordenador.

As gravações das aulas são feitas diariamente e há uma equipe técnica e pedagógica acompanhando todo o processo. Nas cinco salas separadas para as gravações, há dois técnicos de filmagem, um tradutor de libras e dois professores – um que apresenta o conteúdo para as telas e outro que o acompanha dando apoio e auxiliando caso haja alguma dificuldade. Dessa maneira, a equipe produz conteúdo semanalmente, com segurança e qualidade para os alunos da rede.

MELHORIAS CONSTANTES – A produção e transmissão passam por constantes upgrades e atualizações, como explica o coordenador Fábio Melo.

“Desde que as aulas passaram a ser gravadas fizemos muitas mudanças e aperfeiçoamentos do sistema EaD. Melhoramos a qualidade da imagem, introduzimos tradutores de libras em cada aula e agora estamos aprimorando o tempo das aulas para ficar menos cansativo ao aluno”, explica.

CUIDADOS COM A EQUIPE – Em função da pandemia do Convid-29, a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte tomou uma série de medidas para evitar que os servidores que estão atuando nas gravações tenham a saúde exposta ao perigo de contaminação.

A diretora da Escola Estadual Yvone Pimentel, Maira Hara, afirma que máscaras foram distribuídas a toda a equipe que se encontra no local, além de o uso constante de álcool em gel para as mãos. “É um momento difícil, mas estamos fazendo de tudo para respeitar a segurança de cada servidor e técnico que está com a gente”, explica.

CREDENCIAMENTO – Para dar conta de toda a demanda de aulas e continuar atendendo todos os alunos, a Secretaria da Educação reabriu o processo de credenciamento para docentes interessados em fazer parte da equipe que dá aulas a distância.

Tradutores e intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras) também podem se inscrever neste processo seletivo para traduzir o conteúdo online. O credenciamento pode ser feito no link www.credenciamento.seed.pr.gov.br/

Não há data para o encerramento das inscrições, que seguem enquanto perdurar a suspensão das aulas presenciais, conforme o Decreto nº 4.320, de 2020.

APLICATIVOS – Além das videoaulas transmitidas pela TV, Youtube e Aula Paraná, o aluno também conta com o Google Classroom, por onde fará suas atividades e terá a sua presença e nota computadas, contando para o seu ano letivo.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários