Educação e Cultura

NATAL

Coral de Itaipu prepara novo espetáculo de Natal e faz participação no show de Michel Teló

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

As apresentações natalinas do Coral de Itaipu terão novidades em 2018. O repertório, totalmente inédito, vai levar aos palcos música erudita com uma “pitada” de brasilidade – culminando com uma apresentação especial no Gramadão, no dia 21 de dezembro. Nesse dia, o coro dividirá o palco da Concha Acústica com Michel Teló, um dos cantores sertanejos de maior sucesso no Brasil e no exterior. A atração faz parte do Natal do Gramadão de Itaipu e do Natal de Foz, que será aberta nesta sexta-feira (7), às 19h30, na Praça da Paz.

E essas não são as únicas novidades. Pela primeira vez, os 40 coralistas serão acompanhados por uma camerata organizada pela própria Itaipu, formada por um grupo de instrumentistas da região e profissionais com experiência em orquestra.

“É a primeira vez, na história de Itaipu, que se cria uma camerata”, destacou Gustavo Henrique Pinto, novo regente do Coral de Itaipu. “Ela é formada por 12 jovens músicos da região que foram selecionados via edital e sete profissionais mais experientes, que vão atuar também como educadores”, acrescentou. A iniciativa faz parte da nova configuração do Coral, mais ligado à comunidade e às questões sociais.

Os músicos da camerata estão ensaiando com os coralistas as seis canções que serão apresentadas nos espetáculos de Natal. Segundo o regente, a proposta é fazer “concertos didáticos”, levando ao público conteúdo novo, mas que remeta àquilo que já é conhecido. Com isso, zabumba e triângulo tocarão juntos com violinos e clarinetes, por exemplo. “Não queremos fazer uma coisa muito distante, mas também não vamos reproduzir algo a que as pessoas já tenham acesso em TVs e rádios, por exemplo”, acrescentou Gustavo.

A coordenadora do Coral de Itaipu, Camila Retcheski, do Departamento de Desenvolvimento de Recursos Humanos da empresa, reforça o pensamento do regente. “O coral vem com uma perspectiva musical diferenciada. Antes, nós estávamos com um repertório de canções populares norte-americanas, e agora apresentaremos um repertório erudito brasileiro”, disse.

O que não vai mudar é a alegria e o entusiasmo tão conhecidos do Coral de Itaipu, um dos mais importantes da região. “O público pode esperar muita alegria e carisma nas apresentações. Mesmo que não entenda a letra de uma música, será possível sentir a energia”, finalizou o regente.

Repertório

Baseadas na estética armorial, movimento que teve como líder Ariano Suassuna, as apresentações unirão a música erudita à popular brasileira. Um exemplo é a inserção de obras de Ernani Aguiar, um dos compositores de música coral mais importantes do Brasil e um dos mais interpretados no mundo. “Nós colocamos a composição 4 Momentos, que tem a ver com a estética armorial, e Aleluia, as duas com base em trabalhos do Ernani”, disse o regente.

Além dessas composições, integram o concerto de Natal outras quatro: Kyrie, de Lourenço da Fonseca Barbosa (Capiba); Glória, de Carole Stephens; Deo Dicamus Gratias, de Victor Johnson; e, é claro, a tradicionalíssima Noite Feliz, com arranjo de Angelo Dias Cozella. “O repertório do coral, assim, começa a ficar atrelado à música contemporânea e à dos coros do Brasil e do mundo”, explicou Gustavo.

Apresentações

As apresentações acontecem de 2 a 19 de dezembro. Medianeira foi a primeira cidade da lista, no dia 2. Em Foz do Iguaçu, as apresentações ocorrem nos dias 3, 12, e 16. Cascavel recebe o show no dia 14 e Terra Roxa, no dia 15. Matelândia recebe o espetáculo no dia 20 de dezembro e, no dia 21, o Coral faz uma participação especial no show de Michel Teló no Gramadão.

O Coral também se apresentará para os colegas de Itaipu, no 13 de dezembro, no Centro Executivo, no Centro de Recepção de Visitantes (CRV) da margem esquerda e no Edifício de Produção.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários