Educação e Cultura

udc

Palestra com a Dra. Beth Porter do MIT e Boston University sobre inteligência artificial foi um grande sucesso

PUBLICIDADE

Estudantes de diversos cursos, de todas as áreas do conhecimento do Centro Universitário UDC e Faculdades, assistiram ao vivo, a palestra com a Dra. Beth Porter, no ambiente virtual. O sucesso da palestra, traduziu-se em números. Até o fim da transmissão ao vivo, o youtube havia registrado mais de 4 mil visualizações no canal da UDC.

“É um momento muito importante a todos os alunos, professores, equipe e comunidade em nossa região, uma honra termos a palestra da Dra. Beth Porter. Ela tem uma experiência fantástica, seu currículo é muito amplo, sua percepção e seus trabalhos são globais, espero que todos aproveitem muito”, declarou a Reitora do Centro Universitário UDC Professora Rosicler Hauagge do Prado.

O Pró-reitor do Centro Universitário UDC, Professor Dr. Fábio Prado, participou do evento e fez a abertura da palestra. “A palestra da Dra. Porter nos alertou para algo que já está latente na educação e ao qual já estamos nos preparando em todo o Grupo. Precisamos saber criar ferramentas digitais, tais como: aplicativos, jogos, programas… e não apenas saber utilizá-las, embora esse conhecimento seja de extrema importância. O mercado em todas as áreas exige cada vez mais profissionais completos, inovadores e preparados para dominar as novas tecnologias, de forma que hoje a Inteligência Artificial é utilizada por grandes empresas até mesmo para recrutar as equipes”, comentou o Pró-reitor. 

Fundadora e CEO da Riff Analytics, diretora administrativa e cofundadora da Esme Learning Solutions e ex vice-presidente da Pearson Education, Beth é palestrante e pesquisadora do MIT Media Lab e da Boston University Questrom School of Business. Durante sua fala para os estudantes da UDC abordou temas atuais e que causaram muita curiosidade nos estudantes.

Após o termino de sua explanação, Beth Porter, de forma muito simpática respondeu a inúmeras perguntas por mais de 40 minutos. 

A acadêmica de Direito Beatriz Severo aprovou: “Gostei da maneira que foi abordado o tema e como fizeram para a tradução ficar perfeita. Muito bom”.

Sarah Weisheimer, estudante de Engenharia Elétrica apontou a importância do evento. “A palestra foi muito interessante, o assunto em si já é muito atraente, inovador e cada vez mais importante. E a Profa. Doutora Beth Porter, que é extremamente especialista no assunto, o trouxe com muita autoridade. A UDC, trazer palestras que são tendências, ajuda muito não só nosso currículo, mas em nossa formação como profissional”.

A PALESTRA  

A Dra. falou de seu currículo, já demonstrando que o desenvolvimento de tecnologias pode ser feito em qualquer profissão: “Comecei minha carreira como professora de matemática no ensino médio, e ainda durante minha graduação desenvolvi o primeiro sistema de álgebra computacional para o aprendizado de matemática na Cornell University”.

A palestrante seguiu para os fundamentos da IA e o comportamento humano do que fazer e não fazer, citando exemplos muito ilustrativos de experiências com monitoramento por IA que foram fracassos e outros que foram bem sucedidos. Falou ainda sobre o aprendizado, o trabalho e a requalificação na era da IA.

Abordou as Melhores maneiras de aprender, bem como as melhores maneiras de preparação para o trabalho e a criação de comunidades digitais conectadas.

Sobre a pesquisa no Laboratório de Dinâmica Humana do MIT, citou os estudos dos sinais humanos, pessoalmente e online. Falou ainda sobre a “nova ciência da construção de grandes equipes”, de quais métricas são avaliadas neste âmbito, sobre a importância dos laços e da evidência para um fator de inteligência coletiva, tudo abordando a IA, exemplificando com como o GOOGLE realiza as pesquisas para formar suas equipes.

RIFF ANALYTICS

Finalizou apresentando o estudo sobre a RIFF ANALYTICS, onde demostrou que Riff usa tecnologia e IA para ajudar as pessoas a se envolverem melhor em reuniões on-line por meio de feedback, feitos pelo mediador da vídeo-chamada, em tempo real. Salientou que Riff modela a dinâmica de interação de pequenos grupos para melhorar a comunicação da equipe e o desempenho em tarefas compartilhadas.

Comentários