Especial

INTEGRAÇÃO

Unimed Oeste do Paraná implanta Sistema que integra informações e histórico clínico do paciente

Sigiloso e completo, o Registro Eletrônico de Saúde (RES) oferece ao médico um material robusto para que ele possa analisar e tomar a melhor decisão para a promoção da saúde do indivíduo

PUBLICIDADE

Já imaginou ter todas as suas informações e histórico clínico em um só local? Protegidos e disponíveis para que o profissional de saúde tome a melhor decisão em relação ao seu tratamento? É essa integração responsável e completa que a Unimed Oeste do Paraná está desenvolvendo. “Em 2011 a Unimed Brasil começou a idealizar e planejar a implantação do Registro Eletrônico de Saúde (RES) com as principais informações de saúde e clínicas do paciente originadas em sistemas”, informa o responsável técnico da privacidade de dados da Unimed Oeste do Paraná, Fabio Borin.

Segundo ele, a cooperativa médica já disponibiliza de forma gratuita para seus médicos cooperados um prontuário eletrônico de Paciente (PEP). “Um documento único constituído por um conjunto de informações, sinais e imagens registradas, geradas a partir de fatos, acontecimentos e situações sobre a saúde do paciente e assistência a ele prestada, de caráter legal, sigiloso e científico, utilizado para possibilitar a comunicação entre os membros da equipe multiprofissional e a continuidade da assistência prestada ao indivíduo”, explica Fábio.

A diretoria da Unimed local, sabendo da interoperabilidade disponível entre as duas soluções PEP e RES decidiu, no ano de 2019, iniciar os estudos acerca da possibilidade de integrar junto ao RES os resultados de exames realizados no Laboratório Unimed. “Em um trabalho conjunto entre a equipe de desenvolvimento/suporte do software utilizado no Laboratório e a equipe da Unimed PR, a integração foi realizada com sucesso. Hoje possuímos o software do laboratório próprio totalmente integrado ao RES, e o PEP com os ajustes finais sendo realizados. As próximas etapas a serem estudadas serão a integração de exames de imagens realizados por nossos prestadores”, completa o responsável técnico.

O Diretor Superintendente da Unimed Oeste do Paraná, Dr. Marco Aurélio Farinazzo, afirma que o objetivo é a integração de todas as informações para que os médicos consigam atender o paciente da melhor forma possível. “Esperamos a melhor atenção em saúde em todos os aspectos, porque a informação coletada e disponível vai resultar num atendimento de melhor qualidade. O médico terá em mãos o histórico clínico, exames e todas as intercorrências que o paciente apresentou. Isso contribui muito para tomar a melhor decisão no atendimento do paciente. Outro benefício é a integração dos processos. O médico pode estar vendo o paciente pela primeira vez, mas com todo o histórico clínico dele, é como se já o conhecesse, com isso o tratamento é mais efetivo. A integração também contribui para a disseminação de condutas de protocolos clínicos”, destaca.

Os beneficiários Unimed que optarem pela adesão ao projeto devem manifestar o seu interesse consentindo com a integração seja através do aplicativo “Unimed Cliente PR” ou com o preenchimento de um formulário por escrito, lembrando que eles terão a possiblidade de remover o seu consentimento a qualquer momento, atendendo os seus direitos conforme previsto na LEI 13.709 (LGPD). “Dando seu consentimento, os beneficiários podem desfrutar da vantagem de terem seus dados clínicos centralizados em uma única plataforma, tendo como origem diversos sistemas e profissionais, tornando-os disponíveis aos nossos médicos cooperados sempre que for necessário. Citamos aqui como grande vantagem o aumento da segurança da saúde dos beneficiários, um bom exemplo seria um caso de urgência/emergência onde o profissional terá acesso a informações acerca desse paciente, como, doenças pré-existentes, uso de medicações e cirurgias já realizadas, tudo em tempo real, todos esses dados darão ao profissional maior agilidade no diagnóstico e assertividade no tratamento”, salienta Fábio Borin.

O Diretor Superintendente da Unimed Oeste do Paraná complementa que a história é do paciente e não do médico, Clínica, Hospital ou Plano de Saúde. “Se o paciente perde o vínculo com o médico hoje, a informação dele se perde. Tendo toda essa rede, a informação está segura e armazenada, mesmo que a pessoa mude de médico ou deixe de ser beneficiária da Unimed, esses dados não se perderão pois continuarão numa plataforma virtual e poderá ser usada por outros médicos ou operadoras vinculadas ao RES.  O que antes ficaria centralizado somente com um profissional, agora dará acesso a uma equipe de cuidado, proporcionando ainda mais qualidade ao serviço”, reforça o Dr. Marco Aurélio.

O responsável técnico da privacidade de dados da Unimed Oeste do Paraná, Fabio Borin, finaliza informando que a adesão é gratuita a todos os nossos beneficiários, que também poderão optar pela portabilidade da história clínica. “O grande intuito dessa integração é melhorar a experiência do paciente, tornando-o protagonista de seu cuidado ao disponibilizar informações sobre seu estado de saúde”.

O Diretor Superintendente da Unimed Oeste do Paraná, Dr. Marco Aurélio Farinazzo, afirma que o objetivo é a integração de todas as informações para que os médicos consigam atender o paciente da melhor forma possível.

Comentários