Maisa Responde

Temos mesmo que usar sutiã?!

A pandemia colocou em xeque hábitos, crenças e valores que costumavam passar despercebidos antes do “novo normal”. E o sutiã foi parar no centro de muitos desses debates e é exatamente sobre ele e seu uso que iremos falar hoje.

Algumas mulheres compartilharam relatos sobre como o isolamento serviu para mostrar que o acessório não é obrigatório em suas vidas – e elas prometeram seguir sem a peça quando tudo voltar ao normal. Já outras optaram por modelos mais leves e confortáveis, mas admitiram que não pensam em abrir mão do item. E você já pensou sobre o assunto?

Como sou engenheira têxtil e quero levar em consideração aspectos técnicos como conforto ao uso, flacidez e prevenção, resolvi dividir essa coluna em 2: primeiro, vamos introduzir sobre essa temática, falando sobre o uso ou não do sutiã e suas implicações e, depois, falaremos sobre o uso de tops para prática de atividades físicas levando em consideração fatores como impacto da atividade e tamanho dos seios.

Numa entrevista para gazeta, o médico Adriano Batistuta explicou que a falta do uso de sutiã por longos períodos – como a quarentena – realmente pode acelerar a queda das mamas. “Isso é mais evidente em quem tem as mamas volumosas e a pele fina. Nas mulheres de mamas pequenas, a pele tem uma menor carga para suportar. Com isso, os seios demoram mais para sofrer essa queda”.

O que é importante ressaltar é que o seio, sem o sutiã, pode se movimentar livremente para cima, para baixo e nas laterais, mas que não é necessariamente apenas o uso do sutiã que vai ser o responsável por prevenir a flacidez. A flacidez envolve fatores como tabagismo, grandes variações de peso e aspectos naturais como genética e envelhecimento. Com o passar dos anos, o estímulo hormonal em mulheres diminui e as glândulas mamárias são substituídas por gordura, ocupando um maior espaço e promovendo uma expansão da pele naquela região. Como consequência, os seios se tornam naturalmente maiores, mas também mais flácidos.

Então, com o objetivo de protelar a queda natural das mamas, é importante adotar hábitos de vida saudáveis, como praticar exercícios físicos regularmente e manter uma boa alimentação. Para as adeptas dos tratamentos de pele, o uso de cremes e intervenções estéticas também prometem ajudar.

Na próxima coluna, auxiliarei vocês na escolha do melhor top para prática de esportes, levando em consideração o impacto da atividade a ser desempenhada e o tamanho dos seios.

Vejo vocês na próxima coluna!

Maisa Responde

Por: Maisa Silvestre

Maisa Silvestre, engenheira têxtil com especialização em gestão empreendedora e engenharia de produção, cofundadora da marca de roupas reversíveis Realma e apaixonada por moda, viagens, vida saudável e faça você mesmo.

Comentários