N

Nosso Povo

Impressão 3D e suas possibilidades

Uma das mais atuais vertentes da Indústria 4.0 (principais inovações tecnológicas do mercado) é a fabricação digital, também conhecida como impressão 3D. Ela vem transformando processos de fabricação, produção e até mesmo a vida das pessoas. Com uma vasta área de aplicação, como confecção de próteses, peças de engenharia, guias médicas, objetos de decoração, utensílios, brinquedos e até alimentos, já estão sendo criadas com essa tecnologia.

Para saber mais sobre o assunto, nesta edição apresentamos Francielle Conte Abatti, proprietária da Origami 3D Prints, para falar sobre esta nova arte que já é realidade no mercado.

Francielle tem 28 anos, é casada, nasceu em Cascavel, mas no momento, reside em Medianeira. É formada em Direito pela Unipar e pós-graduanda em Direito Empresarial. Atua como advogada autônoma em Medianeira e Cascavel. Em 2022 resolveu empreender no ramo de impressão 3D e hoje em dia concilia advocacia com a própria empresa – Origami 3D Prints. Além disso, estuda para aprovação em um concurso público. “Eu sabia que meu objetivo era grande, que o caminho era difícil, e por isso, eu me dedico dia e noite ao meu objetivo, mesmo quando cansada e desanimada. Acho importante comentar sobre esse fato, pois nessa jornada dos concursos públicos, aprendemos a lidar com inúmeras adversidades, aliás, descobrimos o quão resilientes nós podemos ser”, pontou.

Conciliar estudo e trabalho é extremamente difícil, ainda mais atuando no ramo da advocacia, que requer muito empenho e dedicação. Foi por esse motivo que em 2021 ela idealizou algo que pudesse lhe trazer independência financeira e que não afetasse o tempo de estudos. A ideia de adquirir uma Impressora 3D e abrir uma empresa nesse ramo surgiu através do marido, Felipe Abatti, seu grande companheiro. Depois de ver uma matéria sobre tecnologias, que falava justamente sobre impressão 3D, eles ficaram fascinados e após algumas semanas, a primeira impressora chegou, e contava com apenas 18x18x18cm de área de impressão. Francielle então dedicou-se a estudar a nova tecnologia. “Consegui aprender muito sobre a impressão 3D, e foi a partir de muito estudo que surgiu a Origami 3D Prints”, destacou a empresária.

A Origami 3D Prints foi sonhada e idealizada com objetivo de inovar no ramo de impressões 3D, criando peças funcionais com maior eficiência, qualidade e responsabilidade. Com modelagens conceituais e protótipos funcionais, a empresa visa imprimir peças para seu dia a dia, arte e decoração, objetos de funcionalidade militar, peças industriais e peças personalizadas, cada trabalho com seu significado para os clientes.

Mas como funciona uma impressora 3D? Essa tecnologia tem como objetivo produzir uma estrutura sólida, a partir de um modelo desenhado por programas no computador. As impressoras 3D funcionam com tecnologia de extrusão, onde o material é derretido e despejado de forma contínua sobre uma superfície plana através de uma extrusora, que se movimenta de acordo com as orientações enviadas pelo software usado na criação do modelo 3D. O objeto é construído camada por camada, a partir de uma base, revelando aos poucos a forma que foi desenhada no computador. “No caso da Origami 3D Prints, a matéria prima utilizada no momento é o filamento de plástico PLA, um material biodegradável e de origens vegetais. Sua confecção pode ser feita a partir de milho, mandioca, beterraba ou cana-de-açúcar. Além disso, é um material que não emite cheiro ou gases nocivos, visando a responsabilidade ambiental e social. Mas também existem impressoras que trabalham com papel, plástico, metal, borracha, vidro, resina, cerâmica entre outros”, explica Francielle.

Hoje, com pouco mais de um ano, a Origami conta com duas impressoras modelo Ender 3 V2 com volume de 22x22x25 cm de área de impressão e, segundo a proprietária, logo a família crescerá. A empresa pretende expandir adquirindo mais duas novas máquinas, para cobrir a demanda de produção que vem aumentando. “Com estudo, dedicação, foco e resiliência conseguimos conquistar coisas incríveis. Acreditem!”, finalizou Francielle.

Quer conhecer mais sobre a empresa? Acesse o Instagram @origami3dprints.

 

Nosso Povo

Por: Douglas Florêncio

Técnico em design gráfico e fotografia pelo Sesc/PR. Colunista esportivo, há mais de 10 anos trabalhando em jornal e outras mídias.

Comentários