N

Nosso Povo

O Bom Samaritano

PUBLICIDADE

A Entidade Filantrópica O Bom Samaritano surgiu em Medianeira em 2003, quando foi fundada por um grupo de pessoas e tinha o nome Associação Cultural Cristã de Medianeira, com o propósito inicial de promover e divulgar a cultura através de trabalhos artesanais e música. A partir de 2011, a entidade mudou o nome para O Bom Samaritano.

Frenteada pelo presidente em exercício Nelton José Buss, desde o ano de 2011 atende crianças e adolescentes de 0 a 18 anos em situação de risco, vulnerabilidade social, vitimas de maus tratos, negligência ou abandono familiar; atendendo Medianeira, Missal e Serranópolis do Iguaçu.  

De acordo com Michael Cristian Stiehl, Diretor-Coordenador da Entidade, outro serviço prestado à sociedade é a Casa de Passagem desde o ano de 2018. “É um serviço de acolhimento institucional para famílias e adultos de ambos os sexos que tem por finalidade oferecer acolhimento provisório a quem está em situação de rua e desabrigo por abandono ou migração. Ambos são serviços fundamentais para atender e garantir os direitos a quem necessita de atendimento, sendo possível sua execução a partir da contribuição dos equipamentos, vinculados à politica de assistência social de Medianeira. Bem como a colaboração do Poder Judiciário desta Comarca, aos funcionários e diretoria desta Entidade”, explicou.

Para o Michael, o trabalho em Medianeira é muito importante por ajudar as pessoas a voltarem aos seus lares de origem ou a novos lares. “Nos sentimos honrados e abençoados em fazer parte da mudança e regresso de muitas pessoas à sociedade, em condições melhores do que quando chegaram a nós, tendo sempre Jesus Cristo como nossa maior referência de exemplo e inspiração”, comentou o Diretor-Coordenador da Entidade.

Interessados em conhecer o trabalho ou fazer doações ao Bom Samaritano, ligar 3264-6196 na Casa Lar para menores, ou 3240-2185 na Casa de Passagem para maiores de 18 anos. 

Nosso Povo

Por: Tanner Rafael Gromowski

Formado em Letras português/espanhol pela UDC Medianeira, pós graduado em Língua Portuguesa pela FAG Cascavel, trabalha como repórter e redator desde 2013 no jornal Mensageiro.

Comentários