Política

MEDIANEIRA

Com homenagem às misses 2019, Câmara valoriza beleza e identidade da mulher medianeirense

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

A entrega dos Votos de Congratulações do Poder Legislativo Municipal às misses 2019 de Medianeira, foi realizada na tarde desta segunda-feira (12), durante a 20ª sessão ordinária do ano. As homenagens foram prestadas às três melhores colocadas tanto do concurso Miss Medianeira 2019 quanto do concurso Miss Melhor Idade 2019, em reconhecimento e valorização a beleza, elegância e identidade da mulher medianeirense.

Os Votos de Congratulações foram aprovados através de requerimento proposto pelo vereador Sidney França, subscrito por todos os vereadores da Casa. Dessa forma, receberam o título a Miss Medianeira 2019, Fernanda Hobold; a 2ª Miss Medianeira 2019, Ana Paula Grassi; a 3ª Miss Medianeira 2019, Fatima Inês Franz; a Miss Melhor Idade 2019, Irma Lemke Mattje; a 2ª Miss Melhor Idade 2019, Lira Mertz; e a 3ª Miss Melhor Idade 2019, Virginia Faquin Pavei.

Em seu pronunciamento, Sidney parabenizou todas as candidatas, destacando os 59 anos de emancipação político- administrativa do município, celebrado no dia 25 de julho. “Sabemos que ser miss é a realização de um sonho, e por isso, queremos hoje valorizar todas as mulheres que inspiram e ensinam sendo exemplos de caráter, amor próprio, força e determinação, sem deixar de lado a elegância e delicadeza que as tornam tão especiais. A população lhes transferiu a difícil, mas prazerosa missão de representar o município aonde estiverem, e acredito que assim o farão com extrema competência”, comentou o vereador que se disse orgulhoso da representatividade.

A Miss Medianeira usou a tribuna para agradecer o apoio e homenagem que está recebendo de todo município, ela diz que agora vai se dedicar para representar Medianeira da melhor forma possível. Na sequência da sessão, os vereadores aprovaram em único turno, quatro dos cinco requerimentos disponibilizados para discussão em pauta. Apenas o requerimento do vereador Valdecir Fernandes foi retirado do expediente, conforme solicitação do próprio autor.

Requerimento de Antonio França – O vereador solicita informações ao prefeito e ao secretário de Obras do município, se consta no cronograma para 2019 ou início de 2020, o recape asfáltico da Av. Osório Fellini, no trecho do bairro Jardim Irene. Antonio justifica que o aumento populacional do bairro tem provocado um aumento considerável no fluxo de veículos e pedestres nesta que é uma das principais vias de acesso à região. Segundo ele, moradores cobram a pavimentação asfáltica, visto que em breve será inaugurada uma nova igreja no local, o que contribuirá com o aumento do trânsito.

Requerimento de Antonio França – Questiona o prefeito se há no setor de planejamento, estudos para a abertura de estacionamento no canteiro central da Av. Brasil, entre as ruas Maranhão e Bahia. O vereador justifica que a quantidade de empresas instaladas no local, somado a falta de vagas para estacionamento, está gerando constantes transtornos no trânsito, pois alguns motoristas transitam em velocidade reduzida procurando por vaga ou até interrompem o trânsito para embarque e desembarque de pessoas, o que tem gerado muita insegurança. A matéria foi amplamente debatida em plenário, sendo aprovada por 5×3, com os votos contrário dos vereadores Pedro Seffrin, Sidney França e Tarcísio Becker.

Requerimento de Nelson de Bona – Solicita a viabilização de R$ 260 mil, através do deputado federal Sergio de Souza, destinado à pavimentação poliédrica de estradas rurais no município. Segundo o vereador, a Administração Pública vem trabalhando dentro de suas limitações para recuperar os pontos críticos das estradas, porém são necessárias parcerias para melhor atender toda a população. “A pavimentação poliédrica é de suma importância para o setor agrícola e para os moradores da área rural, levando melhor trafegabilidade para o escoamento da produção, bem como para o descolamento destas pessoas”, justifica.

Requerimento de Nelson de Bona – O vereadorcobra informações do prefeito, sobre os motivos para a interrupção do incentivo ao cultivo da Crotalária, método natural de combate ao mosquito Aedes aegypt, definido na Lei Municipal nº 182/2010. Nelson cita que a Crotalária é um método natural para combater a proliferação do mosquito, pois atrai a libélula, que deposita seus ovos na água parada, onde suas larvas se alimentam das larvas do mosquito transmissor da dengue, acabando com aquele foco. “Sendo que no dia 23 de julho, foi confirmada uma morte por dengue no município”, enfatiza.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários