Política

FALTA UM DIA

Prazo para tirar o título para votar nas Eleições 2022 termina nesta quarta-feira (04)

Todos os serviços da Justiça Eleitoral podem ser feitos pela internet, sem sair de casa

PUBLICIDADE

Nesta quarta-feira (04) termina o prazo para tirar o título pela primeira vez ou regularizar pendências para votar nas Eleições 2022. O cadastro eleitoral fecha 150 dias antes da votação e só reabre em novembro. 

Balanço

Somente nesta segunda-feira (02), foram realizados 431 mil atendimentos em todo o país, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em Curitiba, foram 1.927 atendimentos, 1.201 de forma presencial e 726 pela internet. Em março, 75% dos atendimentos realizados pela Central do Eleitor de Curitiba aconteceram on-line.

Confira a parcial dos atendimentos presenciais realizados no Paraná nesta terça-feira (03) até às 12h30

Sem sair de casa

Tudo pode ser feito pela internet: primeiro título, transferência de município, alteração de dados, regularização de título cancelado e pagamento de multa. 

Acesse o Autoatendimento do Eleitor

Não é preciso ir até um cartório eleitoral, pois a coleta das digitais está suspensa. Acesse a via digital do documento eleitoral no app e-Título (Google Play ou App Store) ou imprima em casa, em qualquer tipo de papel. 

Quitação de multas

Antes de regularizar o título, a pessoa deve consultar a situação eleitoral acessando o Autoatendimento do Eleitor. Basta clicar em “Atendimento ao Eleitor” e, na lista que aparecer, escolher a opção “Consulte a Situação do Título Eleitoral”. Surgirá uma pequena tela, solicitando dados. Após preencher, é só clicar em “Entrar”.

Caso esteja irregular, vá até a página Quitação de Multas e role a tela até o final para preencher a parte chamada “Consulta de débitos do eleitor”. Na sequência, clique em “Consultar”. Serão exibidos os débitos. Veja se prefere emitir a Guia de Recolhimento da União (GRU), que deve ser quitada no Banco do Brasil, ou se quer seguir pela opção “Pagar”. Ao escolher essa opção, a pessoa será direcionada para a página do PagTesouro e poderá optar pelo pagamento por Pix ou cartão de crédito. Quem optar pelo pagamento com cartão de crédito será redirecionado para o Mercado Pago ou PicPay. Ao optar pelo Pix, será gerado um QR Code ou um código, que pode ser usado para quitar o débito.

Depois do pagamento (não é necessário enviar comprovante), é necessário regularizar a situação eleitoral. Para isso, volte à página de Autoatendimento – Atendimento ao Eleitor e opte por “Regularize seu título eleitoral cancelado ou suspenso”. Clique em “Sim” para prosseguir. Na página “Atendimento a distância pelo Título Net”, procure por “Iniciar seu atendimento a distância”, selecione o estado em que reside e preencha todos os dados pessoais solicitados.

Será necessário apresentar uma selfie segurando um documento oficial com foto; imagens de frente e verso do mesmo documento; e um comprovante de residência (conta de água, luz, celular ou carnê de IPTU, por exemplo).

Confira o passo a passo em vídeo feito pela TV TSE.

Acompanhe o seu pedido

A Justiça Eleitoral tem até 1º de junho para analisar todos os pedidos de primeiro título, regularização da situação ou alteração de dados. Até lá, o cartório eleitoral pode entrar em contato para solicitar documentos complementares ou informações adicionais. Você também pode acompanhar a sua solicitação pela internet, na guia “Acompanhar Requerimento“, informando o número do protocolo gerado na primeira fase do atendimento. 

SERVIÇO

Disque-eleitor: 0800-640-8400 (ligação gratuita).
Autoatendimento do Eleitor: todos os serviços da Justiça Eleitoral em um só lugar.
Título Net: título, transferência, alteração de dados e título cancelado.
Balcão Virtual: atendimento de conversa textual.
E-mail ou WhatsApp: fale com a sua zona eleitoral.
e-Título: baixe a via digital do título eleitoral no Google Play ou App Store.

Comentários