C

Café Analítico

Visualizou e não respondeu?!

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

Você manda uma mensagem pelo ‘whatsapp’ para um amigo ou para aquela pessoa especial. Ela visualiza e não responde. Você não consegue parar de pensar no porquê ser deixado sem resposta. Fica ansioso, irritado, triste e sofre por isso.

Deixa eu lhe dizer uma coisa bem séria… o problema não está no fato da pessoa não ter respondido, mas sim em você!

Resolvi escrever sobre o tema porque esta tem sido uma queixa constante, não importando a idade ou o gênero. É geral. O ‘whatsapp’ tornou-se uma prisão psíquica e fonte de sofrimento para muitas pessoas.

O aplicativo tem muitas vantagens, claro! Não questiono a sua eficácia. Mas o que acontece é que estamos dispendendo muito tempo e atenção ao aplicativo. Ele tornou-se nosso principal acesso ao outro e confundido com um medidor de afeto, de atenção. Não responder a uma mensagem é interpretado como desprezo, por exemplo. E isto tem causado sofrimento, tem interferido negativamente nas relações e vem sendo causa de desentendimento entre as pessoas. Não estamos dando conta, emocionalmente falando, do uso da ferramenta que deveria ser, apenas, para agilizar a comunicação.

Isso sem falar nos grupos. As dezenas de ‘bom dia’ e ‘boa noite’, todos os dias; os grupos em que somos inseridos e que não tratam do tema para o qual foram criados; uma infinidade de imagens enviadas sem propósito; os grupos criados para deixar alguém inconveniente fora do grupo; a pressão por sair do grupo, quando todos ficam falando: fulano saiu do grupo! Enfim, podemos citar vários exemplos desconfortáveis e tensos.

Se você conseguiu ver-se em alguma destas situações, deve repensar o uso do ‘whatsapp’. Não sair do aplicativo, afinal, a maioria não está disposta a isto. Mas perceber se fica ansioso quando não tem retorno de alguém, se acaba falando o que não devia num grupo pelo simples fato de não ter de estar encarando as pessoas de frente, se passa muito tempo do dia no aplicativo. Caso algum ou alguns destes exemplos acima acontecem com você, está na hora de reavaliar o uso do aplicativo. Busque os benefícios do ‘whatsapp’ e abra mão dos efeitos nocivos. Lembre-se: tudo o que causa sofrimento psíquico deve ser levado a sério e isto vale também para as redes sociais. A dependência e o vício podem estar maquiando a depressão, a necessidade de aceitação, uma fuga, entre outros problemas psicológicos. Fique atendo! Caso necessário, procure ajuda.

E, por favor, não me adicionem em grupos Rsrsrs ; )

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA NOSSAS COLUNAS

Café Analítico

Por: Camyle Hart

Graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa em 1999, atuando por 15 anos na área, em diversos veículos de comunicação do Paraná. Pós-graduada em Comunicação e Mercado na Era Digital.
Formada em Psicologia pela Faculdade Anglo Americano – Foz do Iguaçu, especializando-se em psicologia Junguiana. Atualmente, mantém uma coluna sobre saúde mental nos jornais Nossa Folha e O Mensageiro, ambos de Medianeira. Mantém um blog sobre temas da psicologia e atua como psicoterapeura, no contexto ‘home care’(domiciliar) e online.

Comentários