C

Comentando

A coisa de sempre. Não ganha, cai.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

A velha rotina de sempre. Não ganha, cai. Semana que passou, dois técnicos de chamados times grandes, foram demitidos. Atlético-MG e Botafogo-RJ dispensaram seus treinadores, por motivos nem tão iguais, mas demitiram. O primeiro, depois de discutir com repórter, que inclusive tem vetada sua entrada no Centro de Treinamentos do Galo, não resistiu à pressão depois de um simples empate com um outro Atlético, este do Acre, que mesmo assim, ainda garantiu os mineiros na próxima fase da Copa do Brasil. O bate-boca com um repórter mineiro e na seqüência uma derrota no estadual, causou a demissão de Osvaldo de Oliveira, num momento complicado da vida da equipe de Belo Horizonte.

Uma demissão estúpida. A direção havia dito uma coisa pela manhã e à tarde outra. Tanto que os principais treinadores do Brasil saíram em defesa de Osvaldo. Mas isso não resolve nada. A decisão de ficar ou não no clube continua sendo dos presidentes que preferem ficar ao lado de sua torcida do que melhorar a condição técnica dos profissionais.

Outro que também enfrentou problemas na semana foi o Botafogo. Treinador perdeu e foi eliminado pelo modesto Aparecidense-GO e logo na seqüência, eliminado pelo Flamengo da final da Taça Guanabara. Se já estava sendo contestado, não suportou o peso de duas derrotas seguidas. Desde a saída de Jair Ventura, o Botafogo não conseguiu repetir o bom futebol de 2017. Felipe Conceição arrumou as malas logo depois do clássico carioca. Não deu mais.

Agora, como encontrar substitutos. Poucas são as opções para a temporada que mal começou.

Velhos e conhecidos nomes que ainda estão no mercado, são caros e estão há muito tempo sem conseguir bons resultados por onde passaram. Os altos salários também é um impeditivo. Nomes novos, ou de pequenos clubes, ainda é arriscado. O que sobra, é simplesmente pegar quem está à mão. Com uma única certeza: se não ganhar, cai. Outra vez. E por fim, destaco aqui a bela campanha que o Foz está fazendo no campeonato paranaense. É semifinalista do primeiro turno do estadual, com uma bela campanha, invicto no primeiro turno. Quem sabe, vamos ver uma final com um time do Oeste.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA NOSSAS COLUNAS

Comentando

Por: João Hermes

Radialista e cronista esportivo do Jornal Mensageiro desde 1985.

Comentários