C

Comentando

Jovens talentos em busca do pé de meia

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

Quase. Faltou muito pouco para o Foz conseguir vaga na final do primeiro turno do campeonato paranaense. Faltou acertar nas cobranças de pênaltis diante do Coritiba, que mesmo tendo começado capengando o Campeonato, chegou à final do turno e forte candidato a garantir vaga na final.

Acredito que um pouco de todos nós torcia para o Foz. Afinal, é de uma cidade perto, time do interior e vem jogando redondinho. Tanto que saiu na frente no jogo de domingo passado, mas não suportou a pressão do time da capital e cedeu o empate.

Mas ainda tem o segundo turno. Dá tempo para brigar mais uma vez por vaga na final da competição desse ano.

Já no outro confronto, um time da capital foi eliminado. Mesmo jogando na Arena da Baixada, o Atlético também foi aos pênaltis para decidir a vaga, mas aí foi melhor para o Rio Branco. A equipe de Paranaguá faz a final do turno diante do Coxa no Alto da Glória.

E nesse começo de temporada, uma coisa interessante está acontecendo. Prá quem já teve um bom ano de 2017, mas sem títulos, essa nova temporada está mostrando uma boa recuperação. Esse time é o Flamengo. E a aposta é a renovação. A equipe carioca é uma dessas que no Brasil sempre apostou nas categorias de base para revelar novos valores e montar grandes times. Temos inúmeros exemplos no Brasil, com o Internacional, o São Paulo, Flamengo, e o próprio Grêmio na atualidade. O problema é o assédio dos empresários e os procuradores dos próprios jogadores. Contratos milionários na Europa ou na Ásia despertam o interesse de jogadores e empresários. E os clubes também não ficam de lado. Precisando fazer caixa, imediatamente passam esses jovens craques prá frente.

Essa semana, o meia Arthur, do Grêmio, passou a ser definitivamente jogador do Barcelona. O acerto ainda prevê a permanência do jogador até o final de 2018 no tricolor. Mas é mais um, que depois de mostrar seu talento, deixa o país em busca de fazer seu pé de meia.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA NOSSAS COLUNAS

Comentando

Por: João Hermes

Radialista e cronista esportivo do Jornal Mensageiro desde 1985.

Comentários