Educação e Cultura

MISSAL

Aluna teve redação classificada em concurso do programa Cooperjovem

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

Uma aluna de Missal, teve sua redação classificada para concurso de redação do Programa Cooperjovem. Trata-se de Ingrid M. Campos Moraes, que esteve entre os dias 26 e 27 de abril em Caiobá – PR para solenidade de premiação, juntamente com sua mãe e representantes da secretaria de Educação do Município de Missal.

 Para comemorar os resultados do Programa Cooperjovem no Paraná, bem premiar os alunos que venceram o Concurso de Redação em 2017, o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Paraná (Sescoop/PR) reuniu, na quinta e sexta-feira, dias 26 e 27 de abril, no Sesc Caiobá, litoral do Estado, cerca de 260 educadores, estudantes, representantes de secretarias de educação e de cooperativas parceiras no Programa.

Missal esteve representada pela professora Eurides Griebeler e Pâmela Klehm, juntamente com Zeladoras e Merendeiras das Escolas Municipais e a aluna que teve sua redação classificada, Ingrid M. Campos Moraes, acompanhada da mãe.

Durante a solenidade de entrega da premiação, os presentes prestigiaram a apresentação do espetáculo com o Grupo Sou Arte, além da palestra motivacional com o conferencista, Marco Zanqueta. Ele dedica seus conhecimentos da arte de falar em público, com seu know how de ator e mágico profissional há 21 anos para criar suas palestras motivacionais com mágica de um jeito moderno e pensando sempre em trazer resultados.

As participantes relatam que o palestrante une a Mágica com Conteúdo, faz as pessoas se divertirem, levando a informação e motivação na medida certa, um aprendizado lúdico, sempre utilizando uma linguagem leve e trazendo um paralelo do lúdico e a vida de um mágico com as principais formas de analogia do mundo corporativo.

E ainda participaram de uma palestra com o professor Mauricio Louzada, um dos palestrantes motivacionais mais requisitados do país, e cuja explanação é inspirada em uma história real vivida pelo palestrante em 1998, quando ele e mais quatro amigos ficaram perdidos por 44 horas em uma das maiores cavernas do Brasil.

A palestra já foi vista por mais de 1 milhão espectadores em vários países e ganhou diversos prêmios nacionais e internacionais. No formato Storytelling, Louzada narra os fatos ocorridos e traz, imediatamente, aprendizados e conceitos aplicáveis ao mundo corporativo, como foco, planejamento, trabalho em equipe, colaboração, persistência, entre outros.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários