Educação e Cultura

UTFPR MEDIANEIRA

Câmpus recebe obras de arte do Projeto Fazendo Arte, Tecendo a Vida

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

Na noite de sexta-feira (11), o Câmpus Medianeira reuniu um seleto público para a solenidade de inauguração de duas obras de arte, elaboradas e doadas por artistas que integram o Projeto Fazendo Arte, Tecendo a Vida. 

Com a presença do Diretor Geral do câmpus, professor Flávio Feix Pauli, dos diretores Antonio Luiz Baú e Ezequiel de Lima, da professora Nadia Steimecher, chefe do Departamento de Extensão e do Diretor Executivo da Unicultura Soluções Culturais, Ricardo Trento, foi realizada a entrega de um painel e de uma escultura contemporânea, cujo design remete às características tecnológicas da UTFPR e sustentam a preservação da identidade visual da universidade, instituição contemplada pelo Projeto, no município de Medianeira.

Na ocasião, Flávio Pauli agradeceu, aos artistas do Projeto, pela doação das obras que passam a compor o acervo cultural da UTFPR, o qual permanecerá, em merecido lugar de destaque, visível a toda a comunidade. Juntamente à excelência de ensino, cuja qualidade  se comprova pelos índices alcançados, ao fortalecimento da pesquisa e da extensão, o diretor evidenciou o valor das representações culturais, artísticas e estéticas, manifestadas no meio acadêmico e social: “A arte retrata a vida e a essência da universidade, por meio das linhas geométricas e exatas e dos elementos 3D, ao mesmo tempo em que firma o compromisso de uma universidade humana que incentiva o patrimônio histórico, a arte e a cultura”.

Em suas palavras, Ricardo Trento revelou a alegria e emoção em retornar à Medianeira, sua cidade natal, para presentear a UTFPR com as obras de arte. Agradeceu pela parceria estabelecida com a instituição, o que possibilita expandir as apresentações culturais e artísticas dentro da universidade. Como aluno egresso da primeira turma do antigo Cefet/Medianeira, Ricardo reconheceu a importância da educação recebida para a formação de sua vida  profissional. E, hoje, como produtor cultural, defende a arte, a cultura e o patrimônio histórico como fatores de desenvolvimento para a formação da sociedade almejada.

A artista Janete Mehl, produtora da escultura composta por 7 pilares estilizados, revela que a obra pode ser interpretados como livros abertos ou aves, uma vez que a interpretação é pessoal, porém representa as sete famílias imigrantes do município de Medianeira. “Algumas pessoas veem aves; algumas pessoas veem livros. Não importa. Ambos libertam”, conclui a artista.

No evento, o público presente pode prestigiar às apresentações artísticas por acadêmicos da UTFPR: moda de viola por Marcos Rafael, acadêmico de Engenharia Elétrica e pela Bateria H1N1.

Sobre o Projeto

Fazendo Arte, Tecendo a Vida é um projeto idealizado pela artista Janete Mehl, desenvolvido pela Unicultura Soluções Culturais e Trento Edições Culturais e viabilizado por meio do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura e da Secretaria Estadual de Educação, com a colaboração das empresas Copel, Rodoparaná e Supermax. No município de Medianeira, conta com o apoio da UTFPR e da Frimesa.

Integram o Projeto, os artistas,  Janete Mehl (Escultora), Thiago Thipan (Artista de Multimídia) e Tatiana Zanelatto Domingues (Especialista em Conservação e Restauração de Monumentos Históricos e Arquitetônicos).

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários