C

Café Analítico

Mentalmente forte

Hoje, conhecer e interagir com pessoas equilibradas e fortes não é algo corriqueiro. Muito mais fácil estarmos em meio a pessoas com diversos problemas, como baixa autoestima, ansiedade, depressão, medos, inseguranças e por aí vai. Daria para listar centenas de questões que envolvem o mundo atual e poderíamos divagar sobre as causas. Mas, vamos tentar entender o que torna uma pessoa mais equilibrada e forte.

Ter um pensamento rígido e que não se abre ao novo pode ser um problema. Já o contrário, principalmente nos dias de hoje, pode ajudar a transitarmos pela vida de maneira mais leve e saudável. Estarmos abertos às novidades num mundo que parece mudar a cada minuto, onde piscamos e tudo o que sabíamos já não é mais válido, pode ajudar a nos mantermos mentalmente saudáveis. Ao passo que o mundo evolui, tudo ao redor tende a ir pelo mesmo caminho. Assim, acompanhar as mudanças de maneira equilibrada é um caminho para o bem estar. Estar disposto a mudar é um dos hábitos das pessoas mentalmente fortes.

Outra atitude de pessoas equilibradas é entender que o sofrimento pode servir de aprendizado. Ninguém neste mundo está livre de sofrer. Por mais perfeita que a vida de uma pessoa possa parecer, ela sempre estará insatisfeita com alguma coisa, já que os desejos do ser humano são insaciáveis, como já dizia Freud. Assim, nos momentos de dificuldade, tentar olhar para os ensinamentos da situação, pode nos tornar mais fortes.

Outro hábito que mostra equilíbrio mental é focar apenas no que pode ser controlado. Nossos maiores estresses são os pequenos problemas cotidianos pelos quais passamos, principalmente no trabalho. Se pararmos para analisar, a maioria destes problemas não dependem só de nós. Eles envolvem outras pessoas também, mas, mesmo assim, nos estressamos com eles. O ideal é focarmos no que está ao nosso alcance, nas nossas atitudes e maneira de agir. Não está sob nosso controle as atitudes e ações do outro.

Por fim, pessoas fortes entendem que, em algumas situações, as crises são necessárias. A vida vai nos ferir, vai nos machucar. Como diria um sábio: “Ninguém passa ileso pela vida”. Mas, desistir de lutar e nos entregarmos não resolverá estes momentos. Muitas vezes, é justamente na crise que vemos o melhor caminho a seguir. Nem sempre tudo sairá como planejamos. Pessoas fortes entendem que assumir um papel de vítima não fará com que as coisas melhorem.

Café Analítico

Por: Camyle Hart

Jornalista e Psicóloga (Crp 08/22594)
Atendimento terapêutico (45) 99932-0666

Comentários