C

Café Analítico

Zona de conforto

Ouvimos muito, no dia a dia, conselhos de amigos e colegas nos dizendo que é preciso sair da ‘zona de conforto’. E é claro que sabemos que dar um passo para fora do círculo de segurança que delimita a nossa vida seria uma experiência incrível, porém, a maioria de nós não consegue dar esse passo e prefere ficar no lugar onde sente segurança. Talvez não entendemos que, apesar de assustador, sair da zona de conforto amplia a visão de mundo e proporciona ensinamentos que jamais teríamos dentro do círculo restrito.

Muitos de nós preferem permanecer na zona de conforto por ser um lugar conhecido. Mesmo sofrendo, mesmo infeliz, preferimos ficar ali quietinhos, pois é onde já sabemos como as coisas funcionam. Podemos citar muitos exemplos, mas um muito comum é daquelas pessoas que, mesmo infelizes, optam por permanecer em seus relacionamentos.

Entre os medos de sair da zona de conforto estão o medo de perder o controle das situações, pois são situações novas pelas quais ainda não se sabe como agir e a falsa sensação de estar no controle, dentro da zona de conforto, traz certo alívio.

A zona de conforto é onde podemos prever as situações que acontecem a partir das nossas ações e fora dela não se sabe o que há atrás da porta e isso gera medo e ansiedade.

Outra trava para quem opta por não sair da zona de conforto é o medo de falhar, pois sair deste lugar significa assumir riscos e, quando há algum risco há também a possibilidade de erro. Então, muitas pessoas preferem não sair do lugar que já conhecem e sabem como funciona.

Mas então, como superar estes entraves e conseguir sair da zona de conforto?

Uma das saídas é conseguir controlar a ansiedade. Não focar só nos resultados, mas também no caminho a ser percorrido. É importante olhar para o horizonte e perceber que é possível expandir nossas vidas.

Temos que entender que a segurança da zona de conforto é, também, uma ilusão. Não há certezas absolutas, assim como não há segurança absoluta. A vida está aí fervilhando, cheia de oportunidades e cheia de novos caminhos e aprendizados. Às vezes, ousar um pouco dá novo gás a um dia a dia já sem cor. A alma do mundo gosta de pessoas corajosas. Só os corajosos têm feito as grandes mudanças, as grandes transformações que até então fizeram a diferença na humanidade.

Café Analítico

Por: Camyle Hart

Graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa em 1999, atuando por 15 anos na área, em diversos veículos de comunicação do Paraná. Pós-graduada em Comunicação e Mercado na Era Digital.
Formada em Psicologia pela Faculdade Anglo Americano – Foz do Iguaçu, especializando-se em psicologia Junguiana. Atualmente, mantém uma coluna sobre saúde mental nos jornais Nossa Folha e O Mensageiro, ambos de Medianeira. Mantém um blog sobre temas da psicologia e atua como psicoterapeura, no contexto ‘home care’(domiciliar) e online.

Comentários