Educação e Cultura

artesanato

Artesãos de Missal participam de evento para estruturação regional do artesanato

Foram mais de 150 profissionais da região lindeira que a partir de agora farão o planejamento estratégico para ações em prol do setor

Aproximadamente 150 artesão e artesãs de 16 municípios da região lindeira ao Lago de Itaipu participaram no final de agosto em Pato Bragado, do primeiro Encontro da Rede de Cooperação do Artesanato, por intermédio do Programa de Governança, Inovação e Inteligência para Desenvolvimento dos Arranjos Produtivos nos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu (PGR), pelo eixo ‘inovação’.

Um grupo de artesãs de Missal esteve no Encontro que contou com a palestra ‘Os artesãos e o artesanato – a importância deste segmento’, com a especialista Izamara Carniatto. “É um passo muito importante para o artesanato e para empoderar o artesão”, enfatiza a palestrante.

Divididos em seis grupos, os participantes levantaram problemas do setor e apontaram possíveis soluções. A partir deste trabalho será feito um planejamento e busca de parcerias e incentivos para desenvolver o setor.

A diretora técnica do Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, Sandra Finkler informou que o Conselho possui um grupo de coordenação que pensará, estrategicamente, como resolver as demandas.

No próprio evento os artesãos puderam expor e comercializar seus produtos, uma forma de incentivo e estímulo à interação.

PGR

O professor da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), José Ângelo Nicácio, observa que se provoca o desenvolvimento econômico e social para acompanhar as tendências de vanguarda em diferentes setores por intermédio do Programa de Governança, Inovação e Inteligência para Desenvolvimento dos Arranjos Produtivos nos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu.

O PGR é embasado em 11 eixos: governança, gestão pública, sustentabilidade, negócios e renda, saúde, papel da universidade, inovação, agricultura familiar, segurança e competitividade para a cadeia produtiva, infraestrutura e segurança pública.

Estruturação do artesanato

A reuniões para a formação da Rede de Cooperação do Artesanato iniciaram em abril e percorreram os 16 municípios lindeiros ao lago de Itaipu. A partir dos primeiros contatos, dinâmicas e produtos já refletem o resultado positivo para a atividade regional. São feiras e eventos municipais estimulados pelo objetivo de fomento ao setor.

Com informações da assessoria dos Lindeiros

Comentários