Educação e Cultura

CULTURA

Festival Cultural Virtual do Oeste do Paraná seleciona 59 propostas artísticas

Dois missalenses tiveram suas propostas aprovadas

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

A Rede Regional de Cultura e Patrimônio da BP3 (Bacia do Paraná 3), publicou o resultado da seleção do chamamento público para compor a programação do Festival Cultural Virtual do Oeste do Paraná. Foram 208 inscrições e selecionadas 59 propostas que contemplaram e valorizaram a diversidade cultural das manifestações artísticas existente no território e as que melhor se adaptaram para as plataformas virtuais.

Entre as propostas classificadas, dois missalenses. Na Categoria “Shows, espetáculos e performances”, Gabriela Rauber Glesse, teve sua proposta classificada. A apresentação chama “Gaita Ponto, o instrumento que encanta. E na Categoria “Mostras Exposições de fotos e de Vídeos”,Leandro Inacio Pauli teve seu vídeo, Riquezas de Missal, aprovado.

As iniciativas selecionadas receberão por e-mail as orientações de contratação e procedimentos técnicos para a realização das transmissões, segundo o gestor do Convênio Linha Ecológica: Educação Ambiental e Cultura, Mauri Schneider.

Artistas de Missal com projetos aprovados

GABRIELA RAUBER GLESSE

Gabriela Rauber Glesse, teve seu projeto aprovado na categoria: Shows, espetáculos e performances. A apresentação entitulada “Gaita Ponto, o

instrumento que encanta”. O projeto prevê a transmissão de músicas instrumentais da cultura gaúcha (e outras), presentes em diversos estados do país, além de incentivar o estudo da música, nos seus diversos gêneros musicais.

Com o apoio da família, Gabriela começou a estudar Acordeon/Gaita Ponto aos 7 anos, seguindo o folclore gaúcho e participando de diversas atividades realizadas através do CTG (Centro de Tradições Gaúchas). Iniciou seu percurso com a Gaita Ponto por meio de apresentações culturais e concursos de música, também conhecidos como Rodeios ou Circuitos, obtendo títulos regionais, nacionais e até mesmo, internacionais. Atualmente, Gabriela é Instrutora de Música, ministrando aulas de Gaita Ponto e Violão, além de realizar um projeto de Musicalização Infantil nos CMEI’s pela Prefeitura Municipal de Missal.

Em sua rede social, Gabriela publicou a satisfação em receber a noticía da aprovação. “Neste dia do trabalhador, nada melhor do que receber uma notícia dessas! Fui selecionada e estarei participando na categoria musical”, exclama. E ela continua a postagem. “Feliz dia para todos os trabalhadores, e principalmente, aos da arte, que muitas vezes são esquecidos”, alerta.

LEANDRO INACIO PAULI

Leandro Inacio Pauli, teve um vídeo “Riquezas de Missal” aprovado na Categoria Mostras Exposições de fotos e de Vídeos. A proposta é mostrar Riquezas de Missal, lugares naturais e culturais que existem no municipio. Segundo o próprio autor, belezas que muitos conhecem, mas nem todos. “Dessa forma, é possível fazer com que muita coisa seja vista e lembrada agora e mais pra frente”, destaca.

Leandro relata que está muito feliz e privilegiado por ter sido selecionado na primeira edição do Festival. “Com esta oportunidade meu quadro RIQUEZAS DE MISSAL terá  um resultado maior, com isso atingindo mais pessoas”, observa. “Belezas que muitos conhecem mas nem todos”, complementa Leandro. “Além disso será um acervo que conta e mostra pontos naturais e culturais da nossa cidade. Agradeço a organização e iniciativa deste”, finaliza.

Leandro é empresário e atua no ramo de fotografia e vídeos para eventos diversos, além disso possui uma empresa que atua com sonorização e painéis de Led. Atua há cerca de 06 anos com fotografia e vídeos, e nos últimos anos aperfeiçoou o trabalho com imagens de drone, o que permitiu o alcance de mais imagens de pontos naturais retratando as belezas de Missal.

Medianeirenses selecionados

José Admir Alves (Zé Alves) é ator com DRT n°31731 , professor de teatro na Secretaria de Educação e Cultura.

Trabalho com teatro há 26 anos e desde 2015 é no CPC. Possui vários prêmios regionais de melhor ator e diretor de teatro.

Na Contação de Histórias serão apresentados contos populares colhidos ao longo do tempo, mas que são livres adaptações do próprio ator Zé Alves, contos como as histórias de Pedro Malazarte e Os contos de Enganar a Morte.

Os videos serão vistos nas midias: YouTube, Instagram e Facebook

O Grupo Ohanna é uma banda medianeirense musical que iniciou seus trabalhos em 2013, toca diversos gêneros musicais e realiza diversos eventos como casamentos, formaturas e bailes.

A Banda é integrada por: Carlos Magaiver Dalpra Tavares músico e sócio da banda, também professor de acordeom no centro cultural de Medianeira; Irio Junior no violão/guitarra; Rodrigo Borges na bateria e Jonathan no contrabaixo.

Festival Cultural Virtual do Oeste do Paraná

A Rede Regional de Cultura e Patrimônio da BP3, atenta às dificuldades de atuação de artistas regionais durante o período de afastamento social, causado pelo novo coronavírus, optou por fazer o Festival Cultural Virtual do Oeste do Paraná.

Shows musicais, contação de histórias, leituras dramáticas, palestras ou aulas, oficinas artísticas, performances, cenas teatrais, circenses ou qualquer ação artística que possa ser executada nesse formato podia concorrer.

As ações serão exibidas nas redes sociais a partir da assinatura de contrato e outras orientações. A parceria para esta iniciativa é da Itaipu Binacional e Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, por intermédio do Convênio Linha Ecológica: Educação Ambiental e Cultura.

Cachês

O cachê é de R$ 1mil para cada apresentação artística de shows musicais, a apresentações circenses e espetáculos teatrais. São R$500 para cada oficina, contação de histórias, ou mediações de leitura selecionada.

Fotografias e vídeos também recebem cachê de R$500 para sequências de 10 fotos, ou, vídeo selecionado, com temática exclusiva sobre patrimônio cultural, histórico e artístico do território Oeste do Paraná.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA POR EDITORIA

Comentários