Maisa Responde

Como remover mancha de vinho

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

Parte 1

Friozinho chegando e nada melhor do que uma taça de vinho para acompanhar os pratos quentes, não é mesmo? E é justamente esse maravilhoso líquido criado por Dionísio que nos tira do sério quando cai nas toalhas ou em nossas roupas e, muitas vezes, nos deixa sem saber o que fazer para remover sua mancha. Calma, pois a primeira pergunta da série “Maisa Responde” é: “Como remover mancha de vinho?”, e vamos te ajudar nessa árdua tarefa. Porém, como quero esclarecer alguns pontos antes de ir para as dicas propriamente ditas, esse tema será dividido em dois, tudo bem? Então, vamos lá:

• Atualmente, a maioria dos produtos químicos prontos são super eficientes em remoção de muitas manchas, então sempre recomendo recorrer aos mesmos, pois são componentes químicos testados e aprovados para cada tipo de mancha e de tecido. Digo isso, porque existe uma infinidade de tipos de malhas e tecidos, coloridos ou não e que possuem uma estrutura química em seu tingimento, assim como esses produtos removedores de manchas possuem uma estrutura química que se liga à mancha e anula este efeito;

• Leve sempre em consideração que cada peça de roupa foi feita com mistura de fibras ou não, com diferentes tipos de tingimento e que sofreu diferentes processos em sua produção, então é difícil ter uma receita 100% eficiente em todos os casos, mas podemos misturar as mesmas para atingirmos o resultado de remoção;

• Sempre aja rápido em se tratando de mancha. Quanto mais rápido, menor a chance de impregnar no tecido e menor será o seu trabalho para removê-la;

• Não torça o nariz para a água sanitária, pois ela é um potente “criador” de manchas mas um grande salva vidas em alvejar peças brancas e como germicida. E quer ver como ela nem sempre mancha? Tudo depende da composição e tipo de corante utilizado na peça. A água sanitária é composta de cloro ativo, assim como a piscina e, nem por isso, manchamos nossos biquínis, maiôs ou toalhas de banho, não é mesmo?! Mas reitero em dizer que cada caso é um caso.

Lembrando que qualquer dúvida ou sugestão de pauta, é só entrar em contato comigo ou com o jornal, ok?! Um abraço e até a parte dois dessa dica!

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA NOSSAS COLUNAS

Maisa Responde

Por: Maisa Silvestre

Maisa Silvestre, engenheira têxtil com especialização em gestão empreendedora e engenharia de produção, cofundadora da marca de roupas reversíveis Realma e apaixonada por moda, viagens, vida saudável e faça você mesmo.

Comentários