Maisa Responde

Qual o melhor top para prática de exercícios físicos?

Na última coluna, falamos sobre a diminuição do uso de sutiãs durante a pandemia e qual era a opinião de especialistas sobre o assunto. E hoje, falaremos sobre a importância de utilização de tops na prática de exercícios físicos e quais escolher para cada modalidade esportiva. Mas, antes de continuar esse assunto, quero compartilhar um trecho de uma reportagem que li no UOL que aborda uma pesquisa feita na Inglaterra: “Um estudo realizado pelo Grupo de Pesquisa da Saúde da Mama, da Universidade de Portsmouth, na Inglaterra, com mulheres dos mais variados tamanhos de seios revelou que os seios apresentam três planos de movimento durante o exercício: vertical, horizontal e lateral, podendo oscilar até 21 cm durante a prática do esporte. Tal impacto força os ligamentos de Cooper, única sustentação natural das mamas. Além do mais, os estudos comprovaram que praticar exercícios físicos sem a sustentação adequada dos seios, exige mais força das pernas aumentando o impacto contra o chão em até 27% e ampliando o risco de lesões nos membros inferiores. Já o uso de tops esportivos reduz em até 55% a atividade do músculo peitoral o que auxilia na preservação dos seios e das pernas”. Existem algumas vertentes de estudo, inclusive, que afirmam que o excessivo movimento livre dos seios no decorrer dos anos pode causar, além de flacidez, câncer por conta do atrito entre o peitoral e as mamas. Ainda não foi nada cientificamente comprovado, mas achei importante pontuar isso também. Bom, dito isso, papel e caneta na mão que vou dar algumas dicas de como escolher o melhor top para o seu tipo de seio e tipo de atividade física.

SABER QUAL É O IMPACTO DA ATIVIDADE QUE PRATICA: para escolher o top adequado, você tem que ter uma noção de qual é o impacto da atividade física que você pratica. O ideal é você entrar em contato com um profissional para tirar essa dúvida, uma vez que o modo como você pratica, a sua idade e intensidade, podem interferir no impacto da sua execução. Para exemplificar: caminhada, natação e musculação são atividades de baixo impacto, ao passo que Cross fit, corrida, jump e vôlei são de alto impacto.

ESCOLHA DE TOPS PARA BAIXO, MÉDIO E ALTO IMPACTO: existem três fatores que interferem na sustentação de um top: o tipo de fibra de sua composição, a construção da malha em que ele é tecido e o modelo do top. Os melhores tops para atividades de alto impacto costumam possuir em sua composição poliamida com elastano, a malha é mais compressiva, menos elástica e com uma gramatura maior. A construção da malha é simples e a confecção do modelo é com decote nadador nas costas e com alças largas. Ou seja, quanto maior for a área de contato entre o top e o corpo da usuária, maior será a distribuição da força e o conforto ao uso.

ESCOLHA O TAMANHO CERTO: se você precisa puxar muito as alças para ajustar o top ao corpo, o tamanho está errado. Um modelo muito largo não garante sustentação, enquanto que um muito apertado pode prejudicar a circulação sanguínea e limitar os movimentos. O ideal é conseguir passar dois dedos entre as alças e a faixa peitoral, que fica logo abaixo dos seios. Na hora da compra, dê uma corrida pela loja e alguns saltos, para testar se o top irá promover a sustentação que você está buscando.

SEIOS GRANDES X PEQUENOS: para dar sustentação a seios grandes, os modelos com alças ajustáveis e largas são os mais recomendáveis. Os tops sem fecho são os mais indicados para quem tem seios pequenos ou médios.

Qualquer dúvida ou sugestão de pauta, não deixem de me contatar. Vejo vocês na próxima coluna!

Maisa Responde

Por: Maisa Silvestre

Maisa Silvestre, engenheira têxtil com especialização em gestão empreendedora e engenharia de produção, cofundadora da marca de roupas reversíveis Realma e apaixonada por moda, viagens, vida saudável e faça você mesmo.

Comentários