N

Nosso Povo

Arte e natureza como inspiração

PUBLICIDADE

 “Tive contato com as artes ainda na infância quando eu morava em Ibiúna (SP), fui para Registro (SP) e depois Medianeira. Comecei com o artesanato, origami, mas foi com as artes plásticas que passei a me envolver mais e mais. Meus pais Anilfa e Julio sempre me incentivaram a fazer cursos, não apenas como passatempo, mas também como incentivo moral e até um futuro ganha-pão – e assim sigo esses passos desde a minha infância”, relembrou a artista plástica Ana Júlia Quintanas Morais, a entrevistada desta semana na Coluna Nosso Povo.

Mas tudo mudou em sua vida quando iniciou as aulas com a medianeirense Daine Mari Chibiaqui e lá estudou por seis anos. “Eu já fazia alguns trabalhos por conta própria, mas não em tela; foi com ela que aprofundei meus conhecimentos. Obviamente que eu não tinha qualquer noção de como usar telas ou tipos de tintas, mas ela sempre foi compreensiva comigo. Mesmo sem recursos financeiros para investir nas aulas, ela sempre dizia ‘não vamos deixar de desenhar o cabelo porque você não tem o pincel’ e fazíamos com o que tinha. Eu passava até seis meses desenvolvendo um quadro, aproveitava o tempo pintando e observando o que ela transmitia aos outros alunos. Até porque eu não tinha tanta oportunidade, só podia fazer aula uma vez por semana”, relembrou Ana.

E ao visitarmos seu espaço de trabalho na Rua Goiás, Jardim Floresta, Ana Julia declarou que pinta um pouco de tudo; além de ensinar outras pessoas a pintarem. “Ainda prefiro fazer retratos, como esse que eu fiz da minha avó Vitorina e da Frida Kahlo. Apesar de não ser meu estilo favorito, também faço paisagens. E até antes da pandemia, eu dava aulas particulares para as crianças aqui em casa, uma vez por semana”, completou.

Quem estiver interessado em adquirir seus quadros ou fazer alguma encomenda, ligar 99903-2712, seguir sua página no Instagram @artmisia_ ou enviar e-mail para: [email protected]

PUBLICIDADE

LEIA NOSSAS COLUNAS

Nosso Povo

Por: Tanner Rafael Gromowski

Formado em Letras português/espanhol pela UDC Medianeira, pós graduado em Língua Portuguesa pela FAG Cascavel, trabalha como repórter e redator desde 2013 no jornal Mensageiro.

Comentários