N

Nosso Povo

coluna

Coach por vocação

Mauro Carvalho da Silva nasceu em 26 de setembro de 1971 na cidade de Curitiba. Filho de José Carvalho da Silva, mestre de obras e Anadir do Espírito Santo Silva, empregada doméstica e zeladora. “Sou casado e apaixonado pela Jucirlei Zanotelli, minha esposa desde 04 de fevereiro de 2005, e pelo nosso filho Guilherme Zanotelli, meu enteado, hoje com 30 anos, engenheiro mecânico, namorado da doce Ana Paula Borges Shimada, dentista e já minha nora do coração, além do Sushi, um cachorro da raça Golden que ocupa um latifúndio em nossos corações”, se declara.

PUBLICIDADE

Aos três anos de idade, Mauro mudou-se junto com sua família para Santa Helena, cidade onde seu avô, Sr. Marino Carvalho da Silva, é um dos pioneiros, sendo inclusive homenageado e tendo seu nome dado ao terminal rodoviário da cidade, com um busto.

Sua infância se resume às brincadeiras típicas de meninos da cidade do interior, jogar futebol, aventurar-se em modelar os personagens dos filmes de faroeste, subir em árvores, brincar na chuva, de escorregar no barro nas estradas de terra, já que não havia asfalto nas ruas e também correr em potreiros e desfrutar das mais diversas frutas plantadas em pomares, tão recorrentes nas casas dos vizinhos. “Uma das coisas que marcaram minha infância foi o fato de na vizinhança onde morávamos sermos a primeira família a ter uma televisão. Me lembro até hoje que era uma Colorado 28 polegadas. A casa se transformava em um ponto de encontro da vizinhança para assistir os programas de televisão, novelas e programas de variedade que disputavam a sintonia entre muito ruído e chio no aparelho de TV”, comenta.

Mauro iniciou na escola aos sete anos e se formou no segundo grau em assistente de administração. “Orgulho de ter retirado nesta época o meu Certificado de Datilografia com nota de 9,8 (nove vírgula oito), curso realizado no Colégio das irmãs, extremamente rígidas com os alunos que se aventuravam em fazer esse curso”, relembra.

No mundo do trabalho, Mauro começou cedo, aos onze anos como auxiliar de seu pai na construção civil, fazendo massa, carregando tijolos e todas as outras necessidades de uma obra. E daí em diante foram muitas atividades: marceneiro, bóia-fria, vendedor de picolé e pastel, chapeiro em lanchonete, office-boy. “Trabalhei em loja de material de construção, fui estagiário do Banco do Brasil, trabalhei numa agroindústria como auxiliar administrativo e em 1989 fui para a Bolívia estudar medicina, na cidade de Cochabamba. Em julho de 1990, retornei ao Brasil, devido ao rapto das poupanças do presidente Collor, não tinha mais como me sustentar naquele país e voltei embora”, explana.

Um novo recomeço. A dificuldade em arrumar trabalho levou Mauro ao mundo da música, como vocalista em banda de baile. Atividade de deixou para trás para se dedicar à faculdade. “Fiz Letras – Português/Espanhol, na Unioeste de Foz, onde me formei em 2002. Em 2007, na mesma Unioeste, me formei como bacharel em Ciências Contábeis. Possuo três MBA’s, em Marketing de Negócios, Estratégias de Negócios, e como Master Coaching pela SBC Coaching e a FAPPES da cidade de São Paulo-SP”, conta ele.

            Nesse período, Mauro recebeu uma proposta para participar de uma seleção para trabalhar no Sicredi na comunidade de Santa Rosa do Ocoy em São Miguel do Iguaçu. “Construí uma carreira de 14 anos no Sicredi, sendo junto com o Sr. Márcio Zwierevicz, hoje diretor executivo da Sicredi Campos Gerais PR/SP, na cidade de Ponta Grossa-PR, um dos responsáveis pela instalação de uma das primeiras agências a atender o público de cidades com mais de 70 mil habitantes, na cidade de Foz do Iguaçu, onde permaneci por dois anos. Em 2004 me mudei para Medianeira, trabalhando na agência da Rua Paraguai, e em 2005 assumi a posição de Assessor de Comunicação e Programas Sociais na cooperativa. Me desliguei da Sicredi Vanguarda PR/SP/RJ em maio de 2014, decidido a trabalhar na área de desenvolvimento humano e treinamentos. Em abril de 2015, convidado pelo Sr. Márcio Zwierevicz, tive uma nova participação na Sicredi, assumindo a área de Comunicação e Marketing da Sicredi Campos Gerais PR/SP, onde permaneci por praticamente um ano. Fui convidado a permanecer como colaborador daquela cooperativa, no entanto, meu sonho era continuar no mundo dos treinamentos e do desenvolvimento humano e desejava permanecer morando em Medianeira”, relata.

            Hoje Mauro atua no desenvolvimento de pessoas, atendendo com coaching, inteligência emocional, head-trainer comportamental, buscando extrair das pessoas seu melhor potencial. “Sinto muito orgulho de poder contribuir com pessoas para que elas busquem dentro de si o potencial incrível que Deus dá a cada ser humano, em construção de propósito, resultados e legados. Penso que vivemos a maior transição disruptiva da história, tendo que nos adaptar a mudanças muito profundas. Mas temos em nossas mãos a possibilidade de futura excepcional, haja visto que novo contexto econômico mundial tudo está se reconstruindo de forma mais rápida e  com mais ferramentas.  Nunca tivemos tanta informação disponível, nunca tivemos tanta liberdade disponível. Talvez por isso, temos em nossas mãos os maiores desafios da história, e são os grandes desafios que alavancaram grandes e extraordinários resultados”, finaliza. Ana Cláudia Valério

Nosso Povo

Por: Ana Cláudia Valério

Mestre em Educação, Especialista em Docência no Ensino Superior e graduada em Comunicação Social – Jornalismo. Tem experiência em Jornalismo nas áreas de Televisão, Assessoria de Comunicação e Jornal Impresso, tendo trabalhado em veículos de comunicação, instituições de ensino superior e campanhas políticas. Hoje é editora do Jornal Mensageiro.

Comentários