N

Nosso Povo

Da graduação de Direito à presidência da OAB Medianeira

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

A Coluna Nosso Povo desta semana é sobre o recém-eleito presidente da OAB Subseção Medianeira, Rafael Frandoloso. Filho de Genoir (Reppa) e Rose Frandoloso, irmão de Gustavo e Gabriel. O gosto pela escrita e leitura começou ainda na infância, quando participava de grupos de amigos que andavam de bicicleta; mesmo sem ainda ter noção que um dia seguiria a carreira de Direito. “Nos primeiros ‘clubes de bicicleta’ na infância eu era sempre o responsável por elaborar as regras e escrever os ‘estatutos’. Mas até chegar ao final do ensino médio, não fazia ideia de quanto o Direito era importante para mim. Com 17 anos ingressei na faculdade com dúvidas sobre o futuro profissional. Aos 22, estava graduado. Logo que terminei fiz estágio com um advogado e percebi que era isso que eu queria. Mas a vida acabou me levando pra outros caminhos e nem sequer prestei Exame de Ordem – quando ajudava meu pai na antiga Excalibur e na Cana Brava Cachaçaria, era um trabalho em família. Após alguns anos, um grande colega de faculdade, a quem sou muito grato, me convidou para trabalharmos juntos. Então percebi que a advocacia realmente era a profissão da minha vida”, relembrou Rafael.

Desde que retornou à advocacia, tem atuado nas Comarcas de Medianeira e São Miguel do Iguaçu e na Justiça Federal e do Trabalho de Foz do Iguaçu – nas áreas trabalhista, consumidor, família e cível. Anos e anos de dedicação abriram novas oportunidades, sendo a mais recente a eleição para presidente da OAB – Subseção Medianeira, por incentivo de advogados, amigos e familiares. “Dois grandes amigos foram os maiores incentivadores para esse novo desafio profissional, fazendo-me acreditar que poderia ser eleito presidente nesta eleição. Formamos essa chapa que irá administrar os rumos e desafios da advocacia na Subseção pelos próximos 3 anos”, completou. E sobre ser eleito para um cargo tão importante, Frandoloso enfatizou: É uma sensação de plenitude. Significa ser escolhido para representar aqueles que diariamente defendem a população, com o exercício da profissão fundamental para a manutenção do Estado Democrático de Direito. A responsabilidade é grande, mas estamos preparados”, garantiu.

O presidente eleito declarou que a gestão da nova diretoria terá como pilar a defesa das prerrogativas profissionais e a valorização da advocacia em busca de dignidade e respeito à única classe profissional dedicada exclusivamente na defesa e proteção da sociedade de injustiças e ilegalidades. “As primeiras ações serão o estreitamento no relacionamento com o judiciário, o incentivo à ampliação da advocacia de mediação e a capacitação dos advogados para a nova realidade profissional, por intermédio da Escola Superior de Advocacia. Ainda, aproximar a Ordem dos acadêmicos de Direito e fiscalizar as instituições de ensino que, por ventura, não promovam o ensino jurídico de qualidade. Fundamental também será apoiar a advocacia iniciante e dedicar especial atenção à advocacia dativa e ao arbitramento de honorários dignos. E, sem dúvida, auxiliar a advogada e o advogado nos mais diversos problemas que possam surgir no exercício profissional. Acredito que, juntamente com a Seccional da OAB Paraná, desempenharemos nosso encargo da melhor maneira possível”, destacou Rafael.

As eleições nacionais para a Ordem dos Advogados do Brasil aconteceu no ultimo dia 22 de novembro. Além de Rafael Frandoloso na presidência, a então Chapa XI de Agosto é composta por Antonio Tarcisio Matté vice presidente, Daniella Silvane Sreni Secretaria Geral, Vanessa Schnorr Secretaria Adjunta e Cleiton Luiz Haczalla de Freitas Tesoureiro. A posse será em Curitiba no dia 17 de janeiro de 2019, quando Frandoloso passa a exercer oficialmente a presidência. A data da festiva da posse em Medianeira será definida em breve.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA NOSSAS COLUNAS

Nosso Povo

Por: Tanner Rafael Gromowski

Formado em Letras português/espanhol pela UDC Medianeira, pós graduado em Língua Portuguesa pela FAG Cascavel, trabalha como repórter e redator desde 2013 no jornal Mensageiro.

Comentários