N

Nosso Povo

Ela venceu o câncer de mama

Sandra Wickert Mayer é filha de Iria e Ilson Wickert. Casada com Valdecir Mayer e mãe de Nicolas Wickert. Nascida no Mato Grosso, seu pai trabalhava no garimpo. Como estava uma epidemia de malária na época, a mãe de Sandra veio embora com a família para Missal. O pai continuou morando no Mato Grosso e veio algumas vezes visitá-los, mas como o único meio de comunicação eram as cartas, eles acabaram perdendo o contato. O reencontro acabou acontecendo depois de 30 anos.

Sandra foi registrada em Missal, mas viveu com os avós maternos João e Alma até aos 10 anos em São Valentim, Santa Catarina. Quando voltou para o Paraná a família se mudou para Medianeira, onde viveu com a mãe, a tia, uma prima e seus 5 irmãos. “Nós tivemos muitas dificuldades, mas também muitas alegrias. Comecei a trabalhar com 12 anos de doméstica, por isso parei os estudos. Aos 25 anos casei e voltei a estudar, concluí os estudos e engravidei. Infelizmente meu casamento terminou neste período, separei e comecei a trabalhar numa indústria de móveis, onde trabalho até hoje”, relata.

A vida de muitas lutas teve um novo capítulo no ano passado. “Aos 40 anos, tomando banho, percebi um caroço embaixo do mamilo, não sentia sintomas, dores e nem secreção, mesmo assim fui consultar e foi pedido uma ecografia e uma mamografia. Fui encaminhada para Cascavel e o Doutor Douglas me atendeu e fez o encaminhamento. Eu estava com câncer de mama. Fiz quatro quimioterapias vermelhas, 12 brancas, rádios e a cirurgia. Hoje estou curada para glória de Deus”, relata Sandra.

Sandra descreve que a doença mexeu muito com o psicológico. “Além do cansaço, a queda de cabelo, ainda mais por ser mulher, meu corpo teve reações como ‘feridinhas’, unhas fracas, ossos doloridos, devido a quimioterapia e ainda vou tomar um comprimido por 10 anos”, conta.

Segundo ela, o que ajudou nesse processo de vencer o câncer foi que se aproximou mais de Deus. “Ele me fortaleceu e conheci o meu esposo, casei ainda na época do tratamento, ele me ajudou muito neste processo e creio que vamos construir nossas vidas juntos. Não sei o que esperar do futuro, mas creio que serão coisas boas”, finaliza.

Nosso Povo

Por: Ana Cláudia Valério

Mestre em Educação, Especialista em Docência no Ensino Superior e graduada em Comunicação Social – Jornalismo. Tem experiência em Jornalismo nas áreas de Televisão, Assessoria de Comunicação e Jornal Impresso, tendo trabalhado em veículos de comunicação, instituições de ensino superior e campanhas políticas. Hoje é editora do Jornal Mensageiro.

Comentários