N

Nosso Povo

Transformando a gestão agrícola

Fruto da parceria entre amigos de Medianeira, desenvolve tecnologia voltada para o agronegócio, auxiliando no monitoramento da produção de proteína animal, podendo controlar através de aplicativo de celular, questões como temperatura de ambiente e abastecimento, levando informações em tempo real para o produtor, o que acarreta na diminuição de perdas na criação e aumento na produtividade.

Para conhecer um pouco sobre a empresa e a nova ferramenta, conversamos com os sócios Maikon Arruda e Jeferson Lissadalpra. A ideia de negócio surgiu quando Maikon, analista de sistemas, que já atuava com a tecnologia de dispositivos direcionada para a área de telecomunicação, em conversa com o amigo Jeferson, Tecnólogo em Manutenção Industrial, apontaram problemas enfrentados por produtores, principalmente no processo de criação de proteína animal, devido a frequentes quedas de energia e variação de temperatura. Decidiram então criar uma ferramenta que monitorasse toda a área de produção.
Como eles não tinham o aporte inicial para desenvolver o projeto formaram parceria com o CienTech, e aprovados em Banca na UTFPR, instalaram a empresa na incubadora do Parque Científico Técnológico. Surgindo a MonitorAgro uma empresa de inovação para o setor do agronegócio, especializada em dispositivos tecnológicos avançados. Seus produtos incluem sensores inteligentes e sistemas de monitoramento remoto, que otimizam o uso de recursos e aumentam a produtividade de forma sustentável. Combinando hardware robusto, software intuitivo e aplicativos para smartphone, que visam melhorar a experiência do usuário com o objetivo de transformar a gestão agrícola, promovendo um futuro mais produtivo e seguro.
Para o diretor do CienTech, professor Fernando Schütz: “O parque é um espaço de desenvolvimento e tecnologia, um local para empresas como a MonitorAgro, que iniciou aqui na fase 1, que seria uma pré-incubadora ainda em processo de validação da ideia, onde a empresa tem o projeto, mas ainda não possui CNPJ. Depois disso ela passa para a fase 2, onde recebem apoio com infraestrutura, consultoria e gestão. É importante destacarmos que o Parque Técnológico está aberto a receber ideias e projetos não só de alunos da UTFPR, mas de toda comunidade inovadora”.
O primeiro produto do sistema está sendo desenvolvido voltado para monitoração na criação de aves e suínos. Futuramente pode ser ampliado para área de solo e plantio, entre outras. O protótipo está funcionando ainda em fase experimental, e deve ser entregue em cerca de seis meses. Empresa ainda estuda a melhor forma para a comercialização, que deve ser divulgada em breve.
Quer saber mais sobre a MonitorAgro? Acesse https://cientech.md.utfpr.edu.br/incubadora/, ou entre em contato pelo e-mail [email protected] ou pelos telefones: 45 999070930 ou 45 991571656.

Nosso Povo

Por: Douglas Florêncio

Técnico em design gráfico e fotografia pelo Sesc/PR. Colunista esportivo, há mais de 10 anos trabalhando em jornal e outras mídias.

Comentários