N

Nosso Povo

Uma história na UTFPR

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

A história de Angela Rosina Alexius Matté se confunde com a trajetória do antigo CEFET-PR hoje Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). “Em 1989 me inscrevi para o Concurso da Universidade e passei. Lembro como se fosse hoje o dia em que fiz a inscrição e chegando em casa contei a novidade. O CEFET-PR era uma incógnita. Hoje já são 28 anos de atividades na UTFPR”, lembra.

Angela nasceu em Medianeira em 18/06/1967. Filha de Aluisio Pedro Alexius e Ilsy Becker Alexius (ambos falecidos). É a quinta e última filha. São seus irmãos: Jacó, Elira, Mário e Gladis (falecida). Casada com Antônio Tarcísio Matté, com quem tem uma filha, Luísa. “Tive uma infância repleta de aprendizados; a alegria era estar na rua de casa brincando em companhia dos amigos vizinhos. Estávamos sempre descobrindo alternativas para as horas vagas. Depois do colégio e, após ajudar a mãe na lida da casa, já se ouvia alguém assoviando. Era nosso código de encontro e aí as horas voavam” recorda.

Da infância saudável até seu ingresso no então CEFET, Angela trabalhou na Prefeitura Municipal de Medianeira, período em que, segundo ela, vivenciou fatos históricos para o Município, como o fechamento da Estrada do Colono, a construção do CPC Arandurá e a implantação do CEFET-PR. “Nossa maior dificuldade no início era chegar até o local de trabalho, ficava longe do centro da cidade e não havia asfalto. Íamos a pé, de galochas, e levávamos na bolsa um par de sapatos. Ou então íamos de Paloma. Tempos difíceis, mas muito compensadores e divertidos. Ao longo dos anos as mudanças aconteceram no cenário educacional, e o seu crescimento aconteceu e avançou para as diversas áreas das Tecnologias e das Engenharias, assim como da Pesquisa e da Extensão”, destaca ela. 

Mas o principal marco, acompanhado de perto por Angela, foi a transformação do CEFET-PR como Escola Técnica em Universidade Tecnológica, em 2005. “Realizamos o evento na Avenida Brasília (Praça Central). Foi um marco na Educação do Município e região. Hoje nossa Universidade conta com alunos oriundos de vários estados do Brasil e também do exterior”, comenta.

Ao longo desses 28 anos na Universidade, a medianeirense desempenhou várias funções e também se aperfeiçoou. É Graduada em Letras com ênfase em Português e Espanhol e suas respectivas Literaturas pela FACEMED, tem especialização em Supervisão, Orientação e Administração Escolar pela UNIVALE e Mestrado em Educação pela UNESP. “Já atuei como Coordenadora de Estágio para os alunos, Coordenadora de Eventos Institucionais, no Departamento de Relações Empresariais e na Assessoria de Comunicação e atualmente sou secretária das Coordenações e Departamentos dos Cursos da Instituição”, descreve.

Em se tratando de perspectivas para o futuro, a professora ressalta a necessidade de políticas públicas que deveriam priorizar mais investimentos na educação básica, “uma vez que esta dá suporte para a caminhada do aprendizado no ensino médio e, consequentemente, no ensino superior”, finaliza.

PUBLICIDADE

Anuncie - Naves

LEIA NOSSAS COLUNAS

Nosso Povo

Por: Ana Cláudia Valério

Mestre em Educação, Especialista em Docência no Ensino Superior e graduada em Comunicação Social – Jornalismo. Tem experiência em Jornalismo nas áreas de Televisão, Assessoria de Comunicação e Jornal Impresso, tendo trabalhado em veículos de comunicação, instituições de ensino superior e campanhas políticas. Hoje é editora do Jornal Mensageiro.

Comentários