P

Pensando em Você

Cultivo de plantas

Indicações para ambientes internos e externos

PUBLICIDADE

O ponto de partida é encontrar a área da casa que receba uma luminosidade natural por um determinado período do dia. Independente da espécie escolhida, esse cuidado é muito benéfico para as plantas.

Cultivar plantas dentro de casa contribui para o bem-estar das pessoas. Além do hábito contribui para a redução do estresse e ajuda na saúde mental, tão prejudicada em função da pandemia, ser mãe ou pai de planta é motivo de felicidade: a vontade de perceber a evolução e o crescimento aguça a busca pelo conhecimento e a dedicação.

1 – Espécies indicadas para os ambientes internos da casa – Entre tantos tipos existentes na flora brasileira e mundial, seis espécies de plantas como as ideais para cultivar dentro de casa.

– Comigo-ninguém-pode: com folhagens lindas e alto valor ornamental, é comumente usada em lares onde os moradores querem afastar as más energias e apreciada por sua resistência, já que consegue viver até em ambientes com baixa luminosidade. Porém pela sua alta toxicidade, deve ficar fora do alcance de crianças e animais;

– Costela-de-adão: uma das mais queridinhas dos brasileiros e em alta na decoração e no paisagismo, está presente nas memórias afetivas das gerações. É uma planta que exige pouca manutenção, se adapta facilmente às áreas internas e, por seu formato único, conquista quem quer cultivar um estilo urban jungle dentro de casa;

– Palmeira chamaedorea: podendo ser cultivada tanto em vasos ou diretamente no solo, tem crescimento moderado e demanda pouca manutenção, com rega entre uma e duas vezes na semana;

– Zamioculca: conhecida como a planta da fortuna e de boas energias, em apartamentos é sucesso absoluto, já que não gosta de incidência direta do sol. Um dos seus pontos fortes é sua capacidade de viver sozinha, sem necessitar de muitos cuidados. Uma ótima opção para quem quer ter plantas, mas não tem muito tempo para essa dedicação;

 – Begônia maculata: com visual exótico e encantador, tem as folhas verdes e alongadas, além de demonstrar sua identidade com as pequenas bolinhas brancas na parte frontal. De tempos em tempos, geralmente no término do período invernal, é comum que a planta apresente um caule repleto de flores brancas.

– Pilea: também conhecida como planta-chinesa-do-dinheiro, planta-da-amizade e até planta-panqueca, é originária da China e apresenta uma particularidade: embora em ambientes naturais ela prefira lugares úmidos, quando cultivada em vasos, é uma planta ideal para apartamentos. Adapta-se super bem em ambientes com sombra e meia-sombra e não são perigosas para animais de estimação.

2 – Ambientes com incidência de luz solar – Para lugares que recebam forte incidência de sol, como varandas, quintais e grandes jardins externos, a dica é abusar das espécies frutíferas, como a jabuticabeira, pitangueira e limoeiros, que se adaptam bem a vasos. Além dessas delas, espécies ornamentais como as pleomeles variegatas e guaimbés, também amam a presença do sol.

Paisagista Luciano Zanardo

Pensando em Você

Por: Oti Valério

Otilindes Munhak Valério, mais conhecida como Oti, é colunista social do Mensageiro desde a década de 1980. A frente do “Pensando em Você”, traz em sua coluna a tendências de moda, saúde, bem-estar e beleza. Tem forte ligação com a sociedade, divulgando personalidades e eventos na Coluna Social.

Comentários